Fórum de Guaíra (foto: Arquivo/PG)

ad

[dropcap color=”#dd3333″]O[/dropcap] Tribunal do Júri da Comarca de Guaíra/PR, esteve reunido desde às 09h de hoje (21), e por unanimidade dos votos (4×1), o Conselho de Sentença decidiu por condenar Júlio César Ferreira, 26 anos de idade, há 03 anos 07 meses e 01 dia de reclusão.

Conforme a denúncia do MP-PR, na madrugada do dia 09 de novembro de 2011, nas proximidades de um Bar, localizado na Avenida Thomaz Luiz Zeballos, o réu Júlio César Pereira, na companhia de um comparsa (que posteriormente entrou em óbito), dolosamente, de forma voluntária e ciente da ilicitude da conduta, usando uma arma de fogo, atirou e feriu com três balaços a vítima Hélio Alves Rocha, que felizmente não morreu, mas sofreu lesões corporais.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Júlio César foi condenado pelo pelo Conselho de Sentença (Júri Popular) pelo crime de homicídio simples tentado, com reconhecimento do privilégio por ter agido em violenta emoção em seguida a injusta provocação da vítima.

Nos quesitos: Reconheceu a materialidade (4×0); Autoria (4×0); Existência do Crime Tentado (4×1); Condenar ou Absolver (4×1); Homicídio Privilegiado acompanhou a tese da defesa (4×2).

Atuou pelo Ministério Público do Estado do Paraná, o Promotor da Comarca de Guaíra, Dr. Aldo Kawamura Almeida. A defesa coube ao advogado Dr. Rafael do Prado.

Após 5 horas de julgamento, o Juiz da Vara Criminal Dr. César Cigerza, leu a sentença que condenou o réu a pena de 3 anos 7 meses e 01 dia de reclusão em regime fechado.

Redação Portal Guaíra