Na segunda-feira (06) a Secretaria de Educação, por intermédio do projeto Sou Alfabetizador, ofereceu uma palestra na Unipar para os profissionais que participam do projeto sobre os Transtornos Funcionais Específicos, Dislexia e Discalculia.

De acordo com a Professora e Assessora Pedagógica da Educação Especial Ana Albuquerque, o projeto Sou Alfabetizador é construído pelos professores, a partir das dificuldades que encontram em sala de aula. Os professores da Escola Sebastião Camarini levantaram o questionamento sobre os Transtornos Funcionais Dislexia e Discalculia. Para trabalhar esse conteúdo a Diretora da Diretoria de Educação Especial Elianara Falci, convidou a Fonoaudióloga Elaine Calhiari de Souza especialista no assunto, para tratar do tema “Descomplicando a Dislexia e Discalculia”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A Dislexia e Discalculia são transtornos interferem na área da leitura, escrita e matemática. A Dislexia é um transtorno no cérebro, em que o processamento das letras e dos sons acontece de maneira diferente. Por isso, o disléxico tem dificuldade para aprender a ler e escrever pelos métodos tradicionais. Já a Discalculia é uma desordem neurológica específica que afeta a habilidade de uma pessoa de compreender e manipular números. A discalculia pode ser causada por um déficit de percepção visual.

A Fonoaudióloga Elaine Calhiari ressaltou dizendo que “Falar e aprender sobre a Dislexia e a Discalculia não é enquadrar vossos alunos em tais condições, mas sim, potencializar a capacidade cognitiva de todos”, finaliza. Na palestra foi abordado como cada transtorno age no indivíduo que a possui, além das características, de métodos de identificação e modos como trabalhar com alunos portadores destes transtornos.

Portal Guaíra via Assessoria