ad

[dropcap color=”#81d742″]A [/dropcap]Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Alimentação Escolar tem executado nas escolas da Rede Municipal de Ensino, o projeto Alimentação Saudável.

O projeto tem como objetivo capacitar os diretores, coordenadores e professores para que sejam multiplicadores do tema em toda comunidade escolar e que juntos, consigam diminuir índices de obesidades e demais doenças ocasionadas pela má alimentação.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Uma das ações do projeto ocorreu no último dia 26 de setembro com a realização do Curso de Alimentação Saudável na Infância para os Diretores e Coordenadores de Escolas e Creches Municipais.

A palestra foi ministrada pela nutricionista Gabriela Franceschine (Cascavel-PR), com apoio da AMOP. A palestra trouxe dados da Organização Mundial de Saúde como a estimativa de que até 2025 o número de crianças obesas no mundo pode chegar a 75 milhões, caso não haja conscientização sobre o assunto. Também trabalhou os riscos sobre, obesidade e outras doenças como diabetes e problemas cardiovasculares. A Nutricionista também apresentou um quadro informativo sobre a Lei de 17 de maio, nº13.666/2018, onde determina que o tema alimentação saudável deve ser incluído nos currículos escolares de alunos do ensino fundamental.

A diretora e nutricionista do Departamento de Alimentação Escolar, Vanessa B. Richter de Almeida, salienta a importância das atividades pedagógicas de Educação Alimentar e Nutricional para promoções de hábitos alimentares saudáveis e que o curso vem somar aos maravilhosos projetos sobre Alimentação saudável que estão sendo realizados nas escolas, como hortas e atividades lúdicas. A diretora ainda conta que Guaíra há muito tempo vem desenvolvendo esse trabalho antes de ser projeto. Desde 2007 algumas ações já eram tidas como incentivo a alimentação saudável, até mesmo na merenda escolar oferecida nas escolas, o Secretaria de Educação vem priorizando o uso de alimentos orgânicos produzidos na área rural do Município. As hortas das escolas, cultivadas pelos próprios alunos e professores também ganham destaque da diretora que ressalta que o contato com a terra aumentou o interesse dos alunos em sala de aula e aumentou a criatividade. “_Os benefícios são inúmeros, esse é um projeto que só tem a somar para toda comunidade”, afirma Vanessa.

Portal Guaíra via Assessoria