ad

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelo governo federal e também pelos governos estaduais e municipais e tem como objetivo assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até aos oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental. Sabendo da grande responsabilidade, os professores da rede municipal de Guaíra participaram durante os meses de março e abril de um curso de capacitação continuada referente às unidades 01 e 02. Durante esses meses, os professores alfabetizadores puderam adquirir conhecimentos e melhorar sua prática em sala de aula, pois as unidades contemplaram os seguintes conteúdos: oralidade; leitura; escrita; produção de textos; diversidades dos gêneros; práticas visando à alfabetização e letramento; planejamento; currículo inclusivo; avaliação; níveis estruturais da linguagem; rotina; atividades permanentes; sequências didáticas; projeto didático e materiais enviados pelo governo federal.

100_3372

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Com a capacitação, os professores tiveram a oportunidade de mostrar seu trabalho realizado em sala de aula através de apresentações dos planos de aula, contemplando os itens estudados. No mês de março, o curso aconteceu na escola Municipal Duque de Caxias e no mês de abril na Escola Municipal João Ambrózio. Durante o ano letivo acontecerá em média 120 horas de curso, oferecidas ao professor que optou em trabalhar com o ciclo de alfabetização, sendo necessário a sua participação na capacitação continuada, pois o curso é estruturado para permitir a melhoria da prática docente.

100_3274

O município conta com uma coordenadora e três orientadoras de estudo que recebem sua capacitação pela Universidade Estadual de Maringá e posteriormente repassam as orientações para os professores do município. De acordo com as orientadoras de estudo, a capacitação será dividida em duas etapas: teoria e prática, onde acontecerá o momento de troca de ideias. Além dos professores alfabetizadores, alguns gestores prestigiaram o encontro e de acordo com os mesmos é necessário que toda a comunidade escolar esteja inserida no programa para assim acompanhar passo a passo a capacitação continuada e, consequentemente, colaborar com os professores na sua prática pedagógica. Fazem parte do ciclo de alfabetização, os educadores que atuam nas turmas de 1 º, 2º e 3º anos do ensino fundamental e também professores de classes multisseriadas.

100_3283

Serão encaminhados para as escolas incluídas nas Ações do Pacto os seguintes materiais: I – cadernos de apoio para os professores matriculados no curso de formação; II – livros didáticos de 1º, 2º e 3º anos do ensino fundamental, e respectivos manuais do professor, a serem distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático – PNLD, para cada turma de alfabetização; III – obras pedagógicas complementares aos livros didáticos distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático – Obras Complementares, para cada turma de alfabetização; IV – jogos pedagógicos para apoio à alfabetização, para cada turma de alfabetização; V – obras de referência, de literatura e de pesquisa distribuídas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE, para cada turma de alfabetização; VI – obras de apoio pedagógico aos professores, distribuídas por meio do PNBE, para os Professores alfabetizadores; VII – tecnologias educacionais de apoio à alfabetização para as escolas. O pacto prevê para 2014 prêmios para escolas e municípios que se destacarem. Será aplicada, no início e final do 2º ano, a Provinha Brasil. E no final do 3º ano será aplicada, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), uma avaliação externa anual para checagem de todo o percurso de aprendizagem do aluno. Será paga pelo FNDE uma bolsa de estudo mensal para os Professores alfabetizadores, via Sistema Geral de Bolsas (SGB), enquanto durar o curso.

100_3204

O Ministério da Educação está desenvolvendo um sistema específico de monitoramento do curso de formação continuada dos professores alfabetizadores, via SIMEC. Através desta plataforma, todos os envolvidos nesta iniciativa poderão registrar e acessar informações sobre o andamento dos cursos nos estados, municípios e escolas, incluindo registros de presença, realização das atividades planejadas, informações sobre o progresso dos alunos, etc. Além deste sistema, outras ferramentas estarão disponíveis para acompanhar o Pacto, como portais de informação, encontros sistemáticos, publicações e outros recursos dedicados ao tema.

Fonte: Assessoria