Por volta das 22h30 de quarta feira (08), agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guaíra/PR, apreenderam 49 munições do calibre 38 importadas ilegalmente do Paraguai. Na ação, dois homens foram presos e um menor apreendido.

Chamou atenção dos policiais que o veículo em que os detidos estavam, já havia sido fiscalizado pela manhã, quando seguia para o Paraguai, e seu condutor, um dos presos, foi atuado por infrações de trânsito previstas no CTB e, já no retorno, a noite, novamente abordados, foram presos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na fiscalização realizada pela manhã, o automóvel foi abordado quando seguia para o Paraguai e os agentes da PRF observaram que transitava com número de passageiros além do máximo permitido e uma criança era transportada sem uso da cadeirinha. Sendo assim, o condutor foi autuado com base nos artigos 231 – VII e 168 do CTB, Transportar criança sem observância de norma de segurança e transitar com o veículo com lotação excedente. E foram adotadas medidas para que as irregularidades fossem sanadas antes que o veículo seguisse viagem.

Já no período da noite, a apreensão ocorreu quando os policiais receberam uma denúncia de que um veículo VW/Quantum estaria parado de forma suspeita na BR 163, após a ponte Ayrton Senna. Ao checar a informação, os policiais constataram que se tratava do mesmo veículo fiscalizado pela manhã e, através de buscas, localizaram uma munição calibre 38 no tênis de um dos ocupantes do veículo, que admitiu existir mais cartuchos escondidos em um imóvel abandonado no bairro Jardim Santa Paula em Guaíra. Chegando no local indicado foram encontradas outras 48 munições do mesmo calibre.

Foi dada voz de prisão aos ocupantes do veículo, todos moradores de Nova Aurora/PR, que informaram ter escondido as munições, por medo da chegada da polícia, após o veículo apresentar pane mecânica na BR 163.

Ocorrência encaminhada à Polícia Civil de Guaíra.

Eles responderão pelo crime de Tráfico Internacional de Munições, cuja pena varia de 4 a 8 anos de reclusão.

prf-apreende-moradores-de-nova-aurora-com-varias-municoes

Portal Guaíra com informações da PRF/Guaíra