A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com a Polícia Federal (PF), apreendeu 4.570 quilos de maconha e 43,5 quilos de “skunk”, uma variação da maconha, mais potente.

A ação se deu em Guaíra, neste sábado (15), e contou com o apoio do Exército Brasileiro (EB).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Por volta do meio-dia, policiais abordaram um motorista de 26 anos, que conduzia uma carreta, na BR-163, na ponta Ayrton Senna.

Perguntado, o motorista disse estar carregando milho, apresentando a nota fiscal do produto transportado às equipes policiais.

Durante a entrevista, o motorista entrou em contradição e disse aos agentes federais que estava transportando vários fardos de maconha ocultos em meio à carga de milho, bem como que pretendia entregá-los na cidade de Maringá.

Cães farejadores da PF acusaram a presença de droga no semirreboque.

O caminhão foi conduzido até um local apropriado para o descarregamento do cereal, onde os policiais encontraram e apreenderam 4.570 quilos de maconha e 43,5 quilos de “skunk”.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO DA APREENSÃO

O prejuízo aos traficantes chega próximo dos R$ 4,5 milhões.

Diante dos fatos, o motorista, a droga e o caminhão foram encaminhados para a Polícia Federal em Guaíra, para o registro do crime de tráfico de drogas, que tem uma pena máxima de 15 anos de prisão.

Neste ano, a PRF, no estado do Paraná, já apreendeu 93,5 toneladas de maconha, 40 toneladas a mais que todo o ano de 2019.

Portal Guaíra via Assessoria