[dropcap color=”#dd9933″]N[/dropcap]esta quarta-feira, a instabilidade atmosférica segue presente sobre os estados do Paraná e Santa Catarina.

O ar úmido e quente vindo do Norte do País, juntamente com uma frente fria estacionária, proporcionam o aumento da instabilidade, assim, chuvas significativas acompanhadas de descargas elétricas, rajadas de ventos fortes e queda de granizo deverão ser registradas no decorrer do dia nas diversas regiões do Paraná e Santa Catarina.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Tornado em Francisco Beltrão

Fortes tempestades avançaram pelo sudoeste do Paraná na noite da ultima segunda-feira (13). Uma delas, em especial, se destacou.

Uma supercélula ganhou força em Bela Vista da Carobá por volta das 18h10min. A tempestade avançou por Ampere e às 18:30 chegou no oeste do município de Francisco Beltrão, com intensidade compatível a tempestade extrema. Entre 18:45 e 18:53 o mesociclone estava configurado e, nesta tempestade, um tornado atingiu a zona rural de Francisco Beltrão.

Conforme o Radar Meteorológico do Simepar de Cascavel as rajadas de vento estimadas chegaram a 120 km/h por volta das 18h50min em Francisco Beltrão.

A denominação do evento tornado em  Francisco Beltrão foi definida com base na análise dos dados do radar Meteorológico do Simepar de Cascavel, assim como o auxilio da Defesa Civil Estadual e relatos e fotos da população.

É importante salientar que não é necessário que seja um tornado  para que uma tempestade esteja associada a destruição. Outras formações podem ser tão intensas quanto essas (linhas de instabilidades, microexplosões…)

A elevada possibilidade para eventos extremos de tempestades na noite de 13 de julho já havia sido prevista com antecedência de dias pelo Simepar, e alertas foram emitidos em tempo hábil aos órgãos responsáveis para que o pronto atendimento fosse o mais breve possível. Felizmente, o tornado não ocorre com frequência na nossa climatologia, mas eventos como esses começam a  ser melhor identificados e até denominados, com o auxilio do radar meteorológico de Cascavel, em atividade a 1 ano e meio.

O radar de Cascavel vem contribuindo no monitoramento e alertas de curto prazo a metade oeste do Estado, região que é a porta de entrada no tempestades severas no Paraná e que, junto com o noroeste do RS e oeste de SC, apresentam frequência em eventos extremos em todos os períodos do ano.

Salientamos a importância de seguir os órgãos oficiais de monitoramento e previsão do tempo e também de Defesa Civil de cada Estado. Houve muitos boatos em meio a todos acontecimentos, assim como foram enviados muitas fotos de estragos e registros de eventos passados, que não estavam associados ao tornado da noite desta última segunda-feira em Francisco Beltrão. Este tipo de atitude dificulta e confunde a análises dos órgãos competentes diante a eventos de tamanha seriedade.

tempo14

tornado-em-francisco-beltrao
Supercélula registrada em Francisco Beltrão em 13/07/2015

Portal Guaíra com informações do Simepar