ad

A Prefeitura de Guaíra, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, firmou esta semana uma parceria com a Unioeste visando a prorrogação do convênio que visa beneficiar os agricultores do município de Guaíra.

A parceria diz respeito ao trabalho desenvolvido pela equipe do laboratório de química da instituição de ensino. Segundo o coordenador Affonso Celso Gonçalves Junior, com isso a Unioeste busca maior interação com a comunidade agropecuária.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Trata-se da prestação de serviços na área de análise de solos, plantas e amostras ambientais que são renovados anualmente entre as prefeituras da região Oeste do Paraná e o Laboratório de Química Ambiental e Instrumental da Unioeste, campus rondonense. Este laboratório iniciou suas atividades na área de análise de solos e plantas no ano 2000 atendendo toda a comunidade agropecuária da região Oeste do Paraná”, explicou.

Os agricultores interessados em realizar análise de solos e tecido vegetal podem procurar diretamente a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente ou o Laboratório de Química Ambiental e Instrumental, na Unioeste de Marechal Cândido Rondon através do telefone (45) 3284 7924. “Além de ter alcançado excelência no ensino e em suas pesquisas científicas, o trabalho também retorna para a comunidade, na forma de extensão e prestação de serviços, o apoio que dela recebe”, complementa Affonso.

Qualidade

A qualidade das análises químicas de solos é avaliada anualmente através da Comissão Estadual de Laboratórios de Análises Agronômicas (CELA-PR), que distribui o selo de qualidade para os melhores laboratórios do estado. Desde seu primeiro ano de atividade, em 1999, o Laboratório de Química Ambiental e Instrumental sempre recebeu este selo de qualidade, sendo que para 2013 ficou com o conceito ‘excelente’ pela CELA-PR. “O Laboratório de Química Ambiental e Instrumental recebeu neste ano novamente o selo de qualidade em análises físicas de solos, emitido pelo controle interlaboratorial do Instituto Agronômico de Campinas (IAC)”, disse.

Valores

Os valores de 2013 para as análises são os seguintes: análise química de solo – rotina R$ 25, e pelo convênio R$ 22; conjunto de micronutrientes (Cu, Zn, Fe e Mn) R$ 10; análise física de solos (granulometria: areia, argila e silte) R$ 15; análise de tecido vegetal completa R$ 40.

Fonte: Assessoria