A ADAPAR, Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, é uma autarquia estadual vinculada a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB). Tem por finalidade promover a defesa agropecuária, a inspeção sanitária dos produtos de origem animal, a prevenção, o controle e a erradicação de doenças dos animais e das pragas dos vegetais de interesse econômico ou de importância à saúde da população, a segurança, a regularidade e a qualidade dos insumos de uso na agricultura e na pecuária.

Dentro da estrutura organizacional da ADAPAR, existem 33 Postos de Fiscalização de Trânsito Agropecuário (PFTA), que realizam o controle e a fiscalização do trânsito de animais vivos, produtos de origem animal e vegetal, e seus subprodutos bem como de máquinas agrícolas.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O PFTA de Guaíra está localizado estrategicamente na divisa do estado do Paraná com Mato Grosso do Sul, corredor de ligação do sul com o centro oeste e norte do Brasil, através da BR 163. Por este posto transita boa parte de produtos destinados a exportação via portos de Paranaguá e Itajaí, bem como via portos secos localizados em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O fluxo de trânsito agropecuário no PFTA Guaíra no período 01 janeiro a 31 de julho de 2020, está demonstrado na Tabela 01.

Das 9.713 fiscalizações realizadas nesse período, 65,1% correspondem a fiscalização de produtos de origem animal, com destaque a carne bovina com mais de 48 milhões de quilos, seguida da carne de frango com aproximadamente 33 milhões de quilos, carne suína com mais de 4 milhões de quilos e leite com 14 milhões de litros. No trânsito vegetal destaca-se a raiz de mandioca com quase 20 milhões de quilos e máquinas e equipamentos agrícolas totalizando 218 unidades. No trânsito de animais vivos destacam-se as aves (galinhas) com aproximadamente 15 milhões de unidades, suínos com cerca de 150 mil cabeças e peixes com cerca com 400 mil unidades. O trânsito de subprodutos (couro bovino, farinha de carne e ossos, etc…) compreende cerca de 11 milhões de quilos de produtos fiscalizados. Além destas, foram vistoriados 799 veículos vazios.

O funcionamento do PFTA é ininterrupto, 24 horas por dia em turnos de 12 x 36 horas, inclusive durante a pandemia por ser um serviço essencial. Atualmente a equipe de trabalho deste PFTA está composta por 5 servidores, sendo previsto 12. Preconiza-se 2 servidores por turno de trabalho, um para realizar fiscalização de pista e outro para registro no SISTRAN (Sistema de Trânsito Agropecuário), hoje conta com apenas 1 servidor de plantão.

O PFTA de Guaíra é de suma importância para a defesa agropecuária do estado do Paraná, com maior quantidade de registros dentre os postos, representando 12,4% das fiscalizações do trânsito agropecuário.

E para que haja o controle, fiscalização e o monitoramento do trânsito de animais, vegetais, insumos, seus produtos, subprodutos e resíduos, máquinas e implementos com o objetivo de mitigar ou eliminar a difusão de pragas e enfermidades no estado do Paraná, a ADAPAR orienta sobre a obrigatoriedade da parada para realização da fiscalização das cargas e veículos de interesse agropecuário ao transitar pelo PFTA.

Guaíra - Posto de Fiscalização da Adapar realiza inspeção preventiva na ponte Ayrton Senna • Portal Guaíra

Guaíra - Posto de Fiscalização da Adapar realiza inspeção preventiva na ponte Ayrton Senna • Portal Guaíra

Guaíra - Posto de Fiscalização da Adapar realiza inspeção preventiva na ponte Ayrton Senna • Portal Guaíra

Portal Guaíra via Assessoria