Na tarde deste domingo (21), por volta das 16h, uma equipe de Policiais Militares da Rádio Patrulha (RPA) se deslocou até a rua Elias Muntoreanu, para atender uma ocorrência de assalto.

No local, as vítimas (duas mulheres) contaram que o autor chegou portando uma espingarda e anunciou o assalto.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele amarrou uma das mulheres com tecidos e fios de luz e lhe forçou a carregar 02 botijões de gás e um televisor até o veículo Fiat/Palio da família que estava estacionado defronte o local dos fatos.

Mas em determinado momento uma das vítimas conseguiu fugir do bandido e manteve contato com a PM.

Assim que os Militares chegaram no local, uma das vítimas estava com as amarras no pescoço, mãos e pés, sendo liberada imediatamente. Ela contou que o marginal havia fugido com sua motocicleta, modelo JOG, e levado os aparelhos celulares.

No momento que a PM fazia atendimento às vítimas, a Central 190 recebeu ligações contando que o autor do assalto havia abandonado a moto JOG na Rua Pernambuco e estaria na Rua São Pedro, no Jardim Toyama, fugindo de populares que sabiam do assalto.

Então, a equipe seguiu em diligências até o endereço informado e constatou que cerca de 10 pessoas haviam capturado o acusado e usaram de força para imobilizá-lo até a chegada da polícia. O bandido estava ferido e assumiu ser o autor do assalto.

Ele contou que os celulares e uma maquina fotográfica estavam escondidos em sua residência na Rua Pernambuco. Disse também que havia abandonado a motocicleta e, por fim, relatou que a arma usada para cometer o assalto (uma espingarda artesanal que estava sem munições), estaria escondida embaixo da cama na casa da vítima. Todos os objetos e moto foram recuperados.

O homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil.

Não foi possível identificar as pessoas que teriam capturado o bandido.

Toda a ação policial contou com a ajuda da equipe do BPFron.

Redação Portal Guaíra