Na quarta-feira (27), um Policial Civil de Guaíra que estava acompanhando seu pai em um atendimento médico na UPA, observou o momento em que dava entrada na Unidade de Pronto Atendimento, uma indígena vítima de tentativa de homicídio. Havia levado uma facada no peito.

Nesse momento um homem se apresentou como sendo o pai da vítima e também disse ser Cacique de uma Comunidade Indígena de Guaíra.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Mas uma equipe da Guarda Municipal desconfiou que o homem poderia ser um foragido da Justiça e comunicou ao policial que, mesmo estando em dia de folga e acompanhando seu pai que necessitava de cuidados médicos, saiu em diligências até a Aldeia, com integrantes da GM, para prender o foragido, com mandado expedido pela 1ª Vara Federal de Guaíra.

Ao chegar no local, vários índios estavam armados com facões e foices, em busca do autor da tentativa de homicídio que havia ocorrido momentos antes.

Após muita conversa e de forma pacífica, o então Cacique foi convidado a prestar depoimento na 13ª DRP, onde recebeu voz de prisão. Na sequencia foi encaminhado para a Cadeia Pública, onde se encontra à disposição da justiça.

Mais informação sobre a vítima de tentativa de homicídio não foi liberado, nem a possível causa e tampouco seu estado de saúde.

Redação Portal Guaíra