As Polícias Civis do Estado do Paraná e Goiás, através da 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Guaira/PR e 2ª Delegacia Distrital de Itumbiara/GO, em ação conjunta inédita, logram êxito na identificação de investigado foragido e no Cumprimento do Mandado de Prisão Preventiva, que estava em aberto em desfavor de suspeito de tráfico de drogas e de envolvimento no atentado que vitimou entre outros o ex-prefeito de Itumbiara José Gomes da Rocha em 2016.

Na época dos fatos, diligências realizadas em endereços na cidade de Itumbiara e região, levaram ao encontro de grande quantidade de drogas que eram guardadas pelo investigado que, por conta de suas conexões criminosas, sempre foi suspeito de participação no atentado, vez que a origem do armamento utilizado no crime resta até hoje indeterminada.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Equipe de agentes da Polícia Civil paranaense realizou a captura do investigado na fronteira Brasil/Paraguai, onde o indivíduo era alvo de investigação pela 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Guaíra, e mantinha residência apresentando-se com outra identidade, ocasião em que no local foram encontradas cerca de 80 kg de substância entorpecente e arma de fogo.

Após intenso intercâmbio de informações entre as Polícias ao longo desta semana, visando esclarecer a real identidade do suspeito, equipe da 2ª Delegacia Distrital de Polícia Civil de Itumbiara confirmou se tratar do criminoso local foragido, e a ordem de prisão finalmente foi cumprida.

Por ora o Investigado permanece preso no Estado do Paraná, onde responde pelos crimes cometidos nesta Unidade da Federação, devendo, tão logo que possível, ser recambiado para a Comarca de Itumbiara.

Portal Guaíra com Assessoria