Luciano Alves Macedo, 38 anos, acusado de estupro de vulnerável (foto: Polícia Civil/divulgação)
Luciano Alves Macedo, 38 anos, acusado de estupro de vulnerável (foto: Polícia Civil/divulgação)
Luciano Alves Macedo, 38 anos, acusado de estupro de vulnerável (foto: Polícia Civil/divulgação)

Após cinco meses de trabalho intensivo da equipe de investigação da Polícia Civil de Guaíra, capitaneados pelo Delegado, Dr. Pedro Lucena, na manhã de terça-feira (9), foi preso Luciano Alves Macedo, 38 anos, acusado de estupro de vulnerável, contra uma menina de apenas 11 anos de idade. A informação foi liberada apenas na tarde de ontem (11) à imprensa.

Segundo relatos, o homem buscava a menor todos os dias na Escola e beijava a menina ali mesmo, oferecia dinheiro, sem nenhum constrangimento de outras pessoas estarem olhando.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Depois de receber a denúncia, os investigadores começaram a acompanhar os passos do suspeito por pelo menos cinco meses. Ouviram familiares, amigos, vizinhos e a menina. Foram realizados exames na menor e comprovado o abuso, mesmo sem ter havido conjunção carnal, pois ela [vítima] tinha alguns ferimentos nas partes intimas.

Na manhã de terça, os Policiais Civis cumpriram mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça da Comarca de Guaíra, contra Luciano Alves Macedo. Ele estava em sua residência, no Parque Hortência. Contra ele pesam duas acusações: estupro de vulnerável e abuso sexual infantil. Sendo que o homem já tem uma condenação de 06 anos pela prática de roubo.

Luciano se encontra preso na carceragem da Delegacia de Polícia Civil de Guaíra, a disposição da Justiça.

Redação Portal Guaíra