PLANTAO-PGNo inicio da tarde de hoje (16), investigadores da Polícia Civil de Guaíra, detiveram o homem de iniciais M. G. M., 59 anos, morador do Jardim Citypar, em Guaíra/PR.

O homem seria o principal suspeito da morte de Ivanilde dos Santos Silva, 55 anos, na última quarta-feira (11), próximo a Chácara da Polícia Federal. A vítima continha ferimentos causados por arma branca, na região do abdômen e pescoço. Ela estava sem as roupas, e uma das perfurações iniciava no peito e seguia até próximo ao órgão genital.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Leia também:
Guaíra – Mulher que estava desaparecida é encontrada morta a facadas

No mesmo dia em que o corpo de Ivanilde foi localizado, os investigadores da Polícia Civil iniciaram os trabalhos ouvindo familiares e amigos da vítima, até conseguir chegar ao maior suspeito, que mantinha um relacionamento com Ivanilde.

O homem foi abordado na rua e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos. Não houve resistência.

Conforme informado ao Portal Guaíra, M. G. M., teria confessado o crime e disse que já sabia que iria “pagar” pelo que fez. Ele contou que teve um desentendimento com Ivanilde, onde ela acabou o ameaçando.

Se sentido acuado, na tarde de quarta-feira (11), por volta das 14h, o homicida atraiu a vítima até a mata dizendo que iriam fazer “algo diferente”, onde com um arma branca – canivete -, teria primeiramente cortado o pescoço da mulher e, na sequencia, aberto um enorme corte no abdômen. A arma do crime ainda não foi localizada.

Como já passou o período do flagrante, familiares e amigos se reuniram em frente à 13ª DRP, pedindo que o acusado do bárbaro crime não seja solto. Um mandado de prisão preventiva foi solicitado.

Ele está sendo ouvido neste momento pelo Delegado, Dr. Pedro Lucena.

GUAIRA-MULHER-QUE-ESTAVA-DESAPARECIDA-E-ENCONTRADA-MORTA-A-FACADAS-600x337

Redação Portal Guaíra