FOTO DIVULGADA NO SITE E REDES SOCIAIS DA POLÍCIA CIVIL DO PARANÁ

A Polícia Civil de Guaíra descobriu a identidade de uma ossada humana encontrada no dia 29/10/2021, em área rural atrás da região dos motéis, na cidade de Guaíra.

Investigadores da Polícia Civil suspeitaram que a ossada pertencia a Gervanio Pereira Neves, 48 anos, acusado de matar a esposa e seu concunhado, além de tentar matar a cunhada, em 26/10/2019.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Acreditou-se tratar de Gervanio, pela proximidade do local dos fatos e aonde a ossada foi achada e pelas roupas, calçados e celular encontrado próximo à ossada.

Familiares reconheceram os pertences como sendo do homem.

RELEMBRE O CASO

O crime, que chocou a cidade de Guaíra, ocorreu no dia 26/10/2019.

De acordo com as investigações, Gervanio Pereira Neves. atirou contra sua esposa, a Sra. Dirce Calixto Neves, 44 anos. Após, deslocou-se até a casa dos cunhados, onde atirou e matou o concunhado, Sidnei Roni Sanfelicio, 31 anos. Por fim, já sem munições, Gervanio tentou matar a cunhada (irmã de Dirce) a coronhadas, deixando-a muito ferida. Ela foi socorrida com vida e encaminhada para atendimento em um hospital na cidade de Toledo. A arma foi apreendida no local.

Com a descoberta da ossada, os Investigadores conseguiram documentos do tratamento dentário de Gervanio, documentação esta que foi enviada ao Instituto de Criminalística em Curitiba.

Os peritos, após análise, concluiram que a ossada pertence de fato a Gervanio Pereira Neves.

A perícia não conseguiu determinar a causa da morte, porém, a Polícia Civil acredita que durante a fuga, Gervanio tenha se machucado gravemente, acarretando na sua morte.

Diante disso, o laudo foi encaminhado ao Poder Judiciário.

O inquérito policial deve ser arquivado pela Justiça, uma vez que Gervanio teria cometido o crime sozinho, não restando mais nada a ser apurado nas investigações.

Portal Guaíra com informações da Polícia Civil