Na noite de ontem (14), por volta das 21h30, um pai juntamente de Conselheiras Tutelares foram até o Pelotão da Policia Militar de Guaíra para registrar um boletim de estupro de vulnerável.

Segundo o pai, ele tem uma filha menor de idade e a criança teria ficado na casa dos avós paternos na páscoa. Na terça-feira (13), quando a filha estava com o pai, durante o banho feito pela atual esposa dele (madrasta), perceberam o abuso.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Nessa quarta o casal procurou atendimento para a menor de idade na UPA, sendo que a médica que atendeu a paciente solicitou a presença das Conselheiras Tutelares.

O Boletim de Ocorrência foi registrado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

O Conselho Tutelar de Guaíra vai acompanhar o caso.

Portal Guaíra com informações da PM