ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a madrugada de ontem (23), por volta das 02h, uma equipe da Policia Militar de Guaíra seguiu em diligências até o Bairro Vila Margarida para atender um caso de estupro ou atentado violento ao pudor.

No local, o solicitante relatou que na noite domingo (22) seu filho de apenas 14 anos de idade estava na casa da tia, no Bairro Vila Eletrosul. Por volta das 23h10 recebeu uma ligação telefônica da tia informando que conhecido, de 38 anos, chegou em sua residência para buscar o garoto.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Nesse momento alguém da família iniciou deslocamento até o local e nas proximidades do CTG avistou o veículo estacionado, onde estava o homem de 38 anos e o menor de 14, momento em que o adolescente foi levado pra casa.

Indagado se havia ocorrido alguma coisa entre as partes, o menor contou pra sua mãe que havia tido relações sexuais com o homem no percurso da casa da tia até onde o carro estava estacionado.

O garoto relatou que o homem lhe beijava durante o trajeto, que subiu em cima do seu corpo, e que mesmo pedindo para que fosse levado pra casa de seus pais, o pedido foi ignorado. Ainda disse que estava com dores pelo corpo e região anal.

Diante das informações os PMs se deslocaram até a residência do acusado, mas segundo populares ele havia pulado a grade dos fundos e tomado rumo ignorado, não sendo mais localizado.

O Conselho Tutelar (CT) foi acionado e acompanhou a família e o menor até a UPA 24 Horas para ser medicado e orientaram quanto aos procedimentos que serão adotados.

Redação Portal Guaíra