A Polícia Militar de Guaíra foi acionada na noite de sexta-feira (09), para comparecer em uma aldeia indígena para atender a uma ocorrência de lesão corporal.

No local, um dos caciques informou aos policiais ter ocorrido uma briga e que havia um índio ferido por arma branca e o suposto agressor estaria bastante nervoso.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os policiais em contato com a vítima, o qual estava com um corte na cabeça e um sangramento já controlado, informou que é vice-cacique da aldeia e que teria ido até a residência do agressor, pois o som estava muito alto e iria mandar baixar. Porém, morador não teria gostado e na sequência lhe agrediu com um facão (o mesmo foi entregue aos policiais pelo cacique).

Os militares se deslocaram até a residência do suposto agressor, o qual não se encontrava agressivo e foi cooperativo com a equipe. Ele informou que estava em sua casa onde mora com sua mãe e que o solicitante (vítima) chegou com um facão na mão e começou a lhe agredir, momento em que ele teria pego um pedaço de pau para se defender e acertado a cabeça dele. Outros índios que estavam próximos separaram os dois.

O suposto agressor informou ainda que sempre que a vítima bebe vai até sua casa procurando confusão.

As partes foram orientadas pelos militares e o autor foi encaminhado até a Delegacia local e o ferido encaminhado pelo Samu para unidade de pronto atendimento.

Redação Portal Guaíra