A primeira ocorrência registrada foi no Bairro São José.
Sendo que a solicitante, relatou que seu convivente a agrediu, pegando-a pelo pescoço e jogando para fora de casa, e começou a xinga-la de pu** e bis****, causando-lhe lesão no pescoço (hematomas). O acusado foi conduzido, juntamente com a vítima, para a Delegacia de Polícia Civil.

O segundo “BO” foi na rua Tiradentes, quando em contato com a vítima/solicitante ela informou que seu amasio lhe agrediu com um capacete, porém ela não apresentava lesões aparentes. Segundo a vítima o homem também quebrou alguns itens dentro de casa, mas que havia “vazado” no momento em que viu a vítima ligando para a polícia. Realizada rondas na tentativa de localizar o suposto agressor, porém, sem êxito.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na terceira situação, a equipe da Patrulha Rural de Dr. Oliveira Castro, quando em patrulhamento pela Rua Esperança, na comunidade de Bela Vista, foi abordada pela solicitante. Ela relatou que seu esposo havia lhe agredido com um soco na cabeça. Segundo a PM, durante o atendimento da ocorrência em via pública, os envolvidos estavam muito exaltados, trocando xingamentos e empurrões. Eles [casal] disseram que estavam numa festa e acabaram se desentendo por ciúmes e acusações. A vítima relata que não é a primeira vez que sofre agressões por parte de seu marido e que desejava representar criminalmente contra ele. Diante dos fatos o acusado foi encaminhado a DP local para as providências cabíveis.

Redação Portal Guaíra