Na noite de ontem (10), por volta das 23h50, a PM de Guaíra foi acionada pela Central de Operaçãos 190, para se deslocar até a Praça São Francisco, onde estaria ocorrendo um assalto a residência.

Ainda segundo a denúncia, uma caminhonete S10 de cor branca já teria deixado o local, provavelmente sendo conduzida por um dos bandidos. E as vítimas estariam sendo mantidas em cárcere privado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Imediatamente os PMs foram para o endereço informado, sendo que o portão da residência estava fechado, mas os Militares pularam o muro da residência vizinha.

Nesse momento um indivíduo encapuzado, deu um tiro em direção aos PMs através da janela da sala, sendo que os Militares revidaram e tentaram negociar com o bandido (até então não identificado) para cessar fogo e libertar os reféns. Nesse momento o marginal disparou mais uma vez e houve revide.

Em conversa os PMs conseguiram convencer a pessoa a se entregar, assim como libertar os reféns e entregar a arma.

Realizada abordagem e identicação, tratava-se de uma adolescente que recebeu voz de apreensão.

A arma usada por ela era um revólver calibre 38, com duas munições intactas, 01 picotada e 02 deflagradas.

As vítimas contaram aos Policiais Militares que cerca de uma hora foram surpreendidos por 04 bandidos encapuzados, que pularam o muro da moradia. Após algum tempo, 03 deles substraíram a caminhonete GM/S10, ficando no local apenas a menor de idade que os manteve em cárcere privado, com as mãos amarradas.

Neste momento a equipe policial foi informada pela Central que a caminhonete estaria abandonada na Vila Margarida, situação confirmada pela equipe da Patrulha Rural de Dr. Oliveira Castro. O veículo havia batido em um poste de energia.

Ao se deslocar com a adolescente, veículo e arma de fogo para lavrar o “BO”, a PM foi informada que um indivíduo estaria em frente a um hotel no centro da cidade, afirmando ter participado do roubo e querendo se entregar.

Os PMs foram então até o local onde mais um menor de idade, este com 16 anos, afirmou ter participado do assalto e disse também que estava conduzindo a S10 no momento da colisão.

Diante dos fatos a ocorrência e os adolescentes foram encaminhados para a Polícia Civil de Guaíra.

Redação Portal Guaíra