(fotos: Divulgação/PF/Guaíra)

A Polícia Federal deflagrou nessa manhã (27) a OPERAÇÃO INTEGRUM visando desarticular organização criminosa responsável por internalizar em território nacional produtos oriundos do Paraguai, em sua maioria cigarros e eletrônicos.

Aproximadamente 40 Policiais Federais cumprem 11 mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Guaíra/PR.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Todos os mandados foram cumpridos no próprio município de Guaíra.

A Investigação teve início a partir de ação da Polícia Federal que prendeu em flagrante sete indivíduos descarregando cigarros de origem estrangeira de barcos atracados em um porto clandestino instalado nas proximidades do Núcleo de Polícia Marítima da PF em Guaíra.

O grupo criminoso é responsável pela importação ilegal por intermédio do transporte fluvial.

Os investigados devem responder, na medida de suas participações, pelos crimes de contrabando, descaminho, corrupção de menores e organização criminosa.

O nome da operação faz referência a reintegração da área utilizada como porto e base da organização criminosa, uma vez que está sendo viabilizada a restituição de áreas ilegalmente ocupadas ao seu legítimo proprietário: a Prefeitura Municipal de Guaíra.

Será concedida coletiva de imprensa na Delegacia de Polícia Federal em Guaíra às 10h.

Guaíra - PF investiga organização criminosa responsável por crimes transfronteiriços • Portal Guaíra

Guaíra - PF investiga organização criminosa responsável por crimes transfronteiriços • Portal Guaíra

Guaíra - PF investiga organização criminosa responsável por crimes transfronteiriços • Portal Guaíra

Guaíra - PF investiga organização criminosa responsável por crimes transfronteiriços • Portal Guaíra

Portal Guaíra via Assessoria