ad

A Polícia Militar de Guaíra foi acionada na madrugada desta terça-feira (23), para atender a uma ocorrência de lesão corporal.

Segundo informações obtidas na UPA 24 Horas, um homem deu entrada na unidade de saúde para atendimento médico. Ele estava com uma perfuração na nádega esquerda, ocasionada por uma arma de fogo.

A vítima informou aos policias que estava com uma outra pessoa no Rio Paraná e que em dado momento passou uma lancha e a pessoa que estava nela efetuou o disparo de arma de fogo, sendo atingindo na nádega. Um desconhecido encaminhou a vítima até uma unidade de saúde.

Diante da situação, a PM acionou a Polícia Civil, que encaminhou um investigador para averiguar o caso. Em contato com a Polícia Nacional Paraguaia e com o consulado paraguaio, descobriu-se que a vítima Juan Carlos Contreras Gimenez, nascido em Caaguazu, em junho de 1997, era um foragido da Justiça Paraguaia.

A Guarda Municipal foi acionada para se deslocar até a UPA e realizar a guarda do rapaz até o término do atendimento médico e demais procedimentos cabíveis junto às autoridades paraguaias.

Por volta das 11h desta terça-feira, uma equipe da Delegacia de Polícia Civil, acompanhado de um representante do consulado paraguaio no Brasil, encaminhou o jovem para as autoridades paraguaias em Salto Del Guairá.

Redação Portal Guaíra


ad