Continua a Operação Ágata 8, iniciada no sábado,  dia 10 de maio, fazendo parte do Plano Estratégico de Fronteira (PEF) criado pelo Governo Brasileiro em 2011, e sendo realizada em toda a extensão da fronteira brasileira com os dez países sul-americanos (16.886 Km).

Em Guaíra/PR, os militares estabelecem Pontos de Bloqueio e Controle de Estradas e Vias Urbanas com o intuito de coibir os delitos transfronteiriços em diversos pontos. As atividades são intensificadas especialmente na região da Ponte Ayrton Senna, que dá acesso ao Paraguai e Mato Grosso do Sul.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A novidade desta operação é o emprego das modernas viaturas blindadas – Guarani, recentemente adquiridas. O veículo tem aproximadamente 20 toneladas, capacidade para 11 pessoas, atinge até 110km/h em terra e 10km/h na água. Dispõe de GPS, ar-condicionado e alta resistência contra minas terrestres. A tecnologia do Guarani é tão avançada quanto a de países como Alemanha, Itália e Estados Unidos.

As viaturas pertencentes ao 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado, com sede em Cascavel, utilizam como base, desde sábado, a 15ª Companhia de Infantaria Motorizada, de onde partem para diversas missões contra ilícitos transfronteiriços. O emprego desta viatura concede maior proteção e capacidade operacional aos militares, que podem atuar de dia ou de noite com a visão noturna do equipamento.

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA2

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA3

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA4

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA5

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA6

OPERACAO-AGATA-8-EM-GUAIRA7

Portal Guaíra com informações do Subtenente Orides
Fotos: Subtenente Orides – Chefe de Comunicação Social da 15ª Cia Inf Mtz