LOGO-ONGDIPSegundo notícia publicada no Portal Guaíra na última terça-feira (18), a Polícia Federal (PF) está investigando denúncias de trabalho escravo indígena em propriedades rurais de Guaíra/PR.

Leia também:
(Bomba) Guaíra – PF investiga trabalho escravo indígena em propriedades rurais

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ainda conforme a publicação, na quinta-feira (13), um grupo de 12 índios, entre eles 05 menores de idade, foi flagrado sendo transportado de um alojamento para uma fazenda. Dias antes, um índio que havia sido demitido pelo suposto aliciador informou os abusos. O suspeito foi preso depois de constatadas as más condições em que eles vinham sendo mantidos.

Diante dessa notícia que teve grande repercussão, inclusive a nível nacional, a ONGDIP – Organização Nacional de Garantia ao Direito de Propriedade – enviou uma nota a redação do Portal Guaíra, onde espera que qualquer caso de abuso contra o direito de propriedade e do indivíduo seja devidamente julgado e punido.

Acompanhe a nota na íntegra:

Com relação à notícia sobre “trabalho escravo em Guaíra”, a ONGDIP (Organização Nacional de Garantia ao Direito de Propriedade), vem por meio dessa nota esclarecer que, de acordo com o interesse da comunidade, esperamos que qualquer caso de abuso contra o direito de propriedade e do indivíduo seja devidamente julgado e punido. A própria razão de ser da ONGDIP é lutar em favor do respeito às leis e ao Estado de Direito, por isso prezamos o cumprimento da lei e a legalidade. 

Att.

ONGDIP

Redação Portal Guaíra