A Diretoria de Comunicação Social e Imprensa esteve na tarde de sexta-feira (05), visitando a UPA – Unidade de Pronto Atendimento em Guaíra, para registrar a grave situação enfrentada pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde, devido ao número expressivo de pacientes positivados para a covid-19, em estado crítico.

Atualmente, a UPA conta com 08 leitos de enfermaria disponíveis para pacientes positivados, sendo 04 deles ocupados por pacientes intubados, ou seja, que estão respirando por ventilação mecânica, também chamado de respirador.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Além disso, cabe ressaltar que, embora em uma atual menor incidência, a UPA ainda recebe cidadãos que necessitam de atendimentos médicos diversos, não relacionados ao coronavírus, mas que ainda assim precisam ser devidamente assistidos, como por exemplo: pacientes cometidos por AVC, infarto, acidentes, disparos por arma de fogo, etc.

Para isso, a Unidade conta com 03 leitos emergenciais à pronto espera, possibilitando ao paciente o devido distanciamento das pessoas positivadas para a covid-19.

Ainda assim, a UPA precisou de uma reestruturação organizacional nas salas administrativas, devido a alta demanda de pacientes positivados e a necessidade de espaçamento que a própria doença pede.

Algumas da salas agora servem de enfermarias para pacientes clínicos, que não se encontram em estado grave, sendo 07 leitos disponíveis.

Nessa sexta, houveram 03 pacientes encaminhados para tratamento no Hospital Assisteguaíra, porém a equipe técnica da saúde municipal recebeu mais 05 admissões de internamentos para positivados, também alocados na UPA.

A Saúde Municipal conta atualmente com 06 respiradores, sendo 04 ocupados pelos pacientes intubados.

O Município vem buscando aquisição de mais respiradores, solicitação que fora atendida pelo Governo Federal, que se comprometeu à estar encaminhando em até 10 dias.

Porém, o Coordenador de Enfermagem da UPA, Joniffer Molina, faz um apelo direto à população. “Haverá um momento em que a quantidade de respiradores, leitos e do próprio espaço da UPA, não serão suficientes para sanar o alto número de pacientes alocados aqui. A saúde está a beira de um colapso muito sério. O Estado anunciou a criação de mais leitos de UTI, mas ainda assim não supre toda a demanda atual de pacientes que necessitam ser intubados. Além do mais, a taxa de mortalidade para pacientes em leitos de UTI é absurdamente alta, variando entre 30% a 70%. A situação é grave e a população precisa se dar conta disso”.

Segundo a equipe da saúde, nessa sexta-feira, foram 55 pacientes atendidos no ambulatório.

Para Joniffer, esses números irão refletir, infelizmente, daqui 05 ou 06 dias, tempo em que o Estado leva para processar o resultado e devolver ao Município, ainda indicando um estado de alerta para Guaíra.

O coronavírus não vai parar enquanto, você, cidadão, não entender que o uso de máscaras, álcool em gel e o distanciamento social são as melhores medidas de prevenção e combate. Fique em casa!

Portal Guaíra com Assessoria