O Município de Guaíra, via Diretoria de Atenção Primária e Diretoria de Gestão Plena da Secretaria de Saúde, tem a satisfação de noticiar que a rede municipal agora conta com exames de eletroencefalograma.

A Secretaria de Saúde de Guaíra tem se procurado investir cada vez mais em capacitações que possam melhorar o atendimento aos pacientes. Uma dessas ações ocorreu no início de novembro, onde os servidores da Atenção Primária tiveram uma capacitação com a empresa especializada para a realização de exames de eletroencefalograma.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O EEG é um exame que analisa a atividade elétrica cerebral espontânea, captada por meio da utilização de eletrodos colocados sobre o couro cabeludo. Esse exame visa obter o registro da atividade elétrica cerebral para o diagnóstico de eventuais anormalidades.

No último dia 19 de novembro, o Município celebrou a realização do primeiro exame de eletroencefalograma na Unidade de Saúde da Família do Parque Hortência. Esta data é muito importante, pois, esse exame era somente liberado pelo CISCOPAR — Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná, e realizado na cidade de Toledo. Agora que o exame de eletroencefalograma será liberado e realizado aqui na cidade.

Para liberação do eletroencefalograma (EEG) o paciente terá que ter o encaminhamento do médico especialista em neurologia, conforme protocolos de atendimento utilizados pela saúde guairense. Todo atendimento inicia nas Unidades de Saúde da família pelo médio do local, que no que lhe concerne, encaminha ao especialista e se necessário é solicitado o exame. Após esse trâmite cabe ao setor de auditoria e regulação municipal analisar a liberação da guia.

O secretário de Saúde, enfatiza que o trabalho da saúde de Guaíra ampliou muito nos últimos anos, é uma pasta que está em constante mudança. “A realização desse exame agora poderá ser realizada aqui na cidade, isso diminuiu custos de transportes, dá mais agilidade ao processo e consequentemente um melhor atendimento aos pacientes.”

Portal Guaíra via Assessoria