Na tarde de ontem (3), a PM foi acionada para ir até o Hospital AssisteGuaíra para atender uma ocorrência de falsidade ideológica.

Em contato com o médico de plantão, ele contou que pela manhã havia atendido uma pessoa com CNH e Cartão de convênio médico.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Já na parte da tarde, outra mulher procurou atendimento médico usando o mesmo documento e o mesmo cartão e apresentando sintomas diferentes.

Na dúvida o médico buscou prontuários e receitas e concluiu que as mulheres realmente eram diferentes. Sendo assim a polícia foi acionada.

Com a presença da PM a mulher acabou confessando o nome real. Disse também que estava passando mal e, por precisar de atendimento médico, acabou pegando os documentos sem o conhecimento da irmã.

Ela acabou sendo detida e encaminhada para esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil.

Redação Portal Guaíra