A golpista acompanhou a vítima para retirar o dinheiro no Banco do Brasil

Uma senhora procurou a Polícia Civil de Guaíra, na manhã de quinta-feira (11), para comunicar que havia sido vítima de um golpe.

Conforme relatos da vítima de 68 anos de idade, ela estava em sua residência, quando chegou uma mulher loira, estatura mediana e magra, e pediu uma fruta (manga verde), pois estaria gravida e com desejo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na sequencia apareceu outra mulher, morena, gorda e estatura mediana, perguntando se a vítima sabia de alguma casa para alugar, e que também estaria procurando por um homem que iria lhe pagar R$ 10 mil por um bilhete que ela tinha e que estaria premiado.

Imediatamente a mulher loira que havia pedido uma fruta, pegou um tablet e “conferiu” se o bilhete realmente era premiado e, desta forma, comemoraram a afirmativa.

As duas supostas golpistas fizeram uma proposta para a vítima: ela iria receber – via transferência bancária – e guardar o dinheiro até que a dona do bilhete arrumasse todos os documentos necessários para retirar o prêmio. Para isso, ela precisaria que a vítima lhe desse um certo valor em garantia, o que acabou sendo aceito.

Desta forma, as três mulheres foram até a agência bancária com uma terceira pessoa que aguardava em um veículo – não identificado pela vítima.

Primeiramente estacionaram o carro próximo ao Supermercado Trento, e seguiram a pé, até a Caixa Econômica Federal. Posteriormente, estacionaram nas proximidades da Igreja Nossa Senhora dos Navegantes e se dirigiram ao Banco do Brasil, quando a motorista, juntamente com a vítima, foram sacar o valor de R$ 16 mil.

Após o saque, por volta das 11h15, a golpista disse que havia esquecido a bolsa no carro, saiu para buscar e não mais retornou.

Assim, a vítima de 68 anos de idade, percebeu que havia caído no golpe do “bilhete premiado” e foi até a Polícia Civil para prestar queixa.

A Polícia Civil de Guaíra pede a quem identificar a mulher (conforme as imagens do circuito de segurança do BB), entrar em contato pelo telefone 197 (Polícia Civil) ou 190 (Polícia Militar).

GOLPE-BILHETE-PREMIADO-GUAIRA

GOLPE-BILHETE-PREMIADO-GUAIRA-2

Redação Portal Guaíra