No final da tarde de ontem (29), por volta das 18h40, um casal compareceu no Pelotão de Polícia Militar para relatar os seguintes fatos:  a mulher morou em uma residência na Av. Almirante Tamandaré, nos anos de 2013 e 2014, sendo que ao término do contrato se mudou para o BNH 2.

Nessa quarta-feira ao tentar realizar empréstimo junto a uma financeira foi informada que constava em seu nome débitos oriundos da Copel. Desta maneira ela foi até a Copel e soube que constava dívidas em aberto no antigo endereço da Av Almirante Tamandaré.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A antiga moradora foi até o local e, ao questionar a dona da casa sobre as contas de energia não pagas, esta afirmou que era seu filho que residia no imóvel.

Mas ao tentar conversar com o filho, este passou a jogar água no casal e mandou a antiga moradora ir embora.

Em seguida o rapaz pegou um pedaço de pau, foi até o casal e passou a dar socos e pauladas na vítima (antiga moradora), que mesmo caída no chão o acusado não parava com as agressões. O marido da vítima tentou imobilizar o agressor, porém sem êxito.

Após ter sido agredida a vítima foi embora do local e seu esposo continuou a conversar com o autor das agressões, que estava muito descontrolado e ainda jogou uma cerâmica na vítima.

Diante da impossibilidade de conversar com o rapaz agressor para que pagasse as contas em abertas em nome da vítima, o esposo retirou-se do local e deslocou junto com sua esposa até a PM.

Diante dos fatos as vítimas foram orientadas, na sequência confeccionado o boletim de ocorrência e encaminhado a Delegacia de Policia Civil para as providências cabíveis.

Redação Portal Guaíra