violência-doméstica
imagem ilustrativa

Na noite de ontem (6), por volta das 21h30, a equipe policial foi acionada pela central 190, para comparecer a Rua C, Vila Santa Clara, para atender a solicitante que informava ser vitima de violência doméstica.

Com a presença dos PMs no local, a solicitante de 21 anos, declarou que ela e o filho foram vitimas de violência doméstica e familiar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A jovem relatou ainda que convive há dois anos com seu amásio José Janir Nunes Pereira, 38 anos, e que durante o relacionamento ele tem demonstrado comportamento violento, além de ser usuário de álcool e drogas.

Leia também
Guaíra – Homem acusado de violência doméstica é morto a tiros na Vila Santa Clara

Ainda conforme a denunciante, na noite dessa sexta, após quinze dias fora de casa trabalhando em um empresa asfáltica, ele [amásio] chegou em casa e começou a discutir com a solicitante, ofendendo verbalmente e na sequência a violentou fisicamente. Para piorar a situação, agrediu o próprio filho de apenas um mês e 14 dias de vida, segurando a criança pelo pescoço.

Não suportando mais a situação, a mulher chamou por socorro policial.

Com a chegada da equipe de Policiais Militares, o autor da agressão havia evadido do local, tomando rumo ignorado. Foram realizadas buscas nas imediações, porém sem êxito.

Como a vítima decidiu representar contra o autor, mãe e bebê foram conduzidas à 13ª DRP para registrar o fato e realizar o exame de corpo de delito no pronto socorro municipal.

Portal Guaíra com informações da PM