O Exército Brasileiro acaba de informar que o corpo do soldado Daniel Henrique Engelmann de 19 anos, que caiu nas águas do Rio Paraná durante fiscalização da Operação Covid-19 no último domingo (10), foi encontrado.

O corpo estaria boiando e foi localizado por volta das 05h30 de hoje (15).

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo informações, o IML de Toledo foi acionado para o encaminhamento do corpo de Daniel para os exames de necrópsia e posterior liberação aos familiares de marechal Cândido Rondon para os atos fúnebres.

A 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada emitiu uma nota:

FALECIMENTO DE MILITAR

“O Comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada lamenta informar, na manhã de hoje (15 de maio), o falecimento do Soldado Daniel Henrique Trarbach Engelmann, que estava servindo na 15ª Companhia de Infantaria Motorizada (15ª Cia Inf Mtz).

O militar estava desaparecido desde as 23 horas do dia 10 de maio, quando a embarcação em que estava patrulhando, no Rio Paraná, foi atingida por uma embarcação clandestina que transportava produtos ilícitos. O corpo foi encontrado por equipes de resgate da operação de busca e salvamento, por volta das 05:30 horas, e conduzido para o Instituto Médico Legal de Polícia Científica de Toledo (PR).

Neste momento de consternação e pesar, solicita-se que seja concedido o respeito ao luto da família do militar, ressaltando que todo o apoio vem sendo provido aos familiares desde o acidente. As providências quanto ao velório e sepultamento também estão sendo tomadas, seguindo desejos e orientações da família.

Por fim, o Comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada agradece o empenho de todos os integrantes da Força-Tarefa interagências composta por integrantes da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, das Polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Paraná e da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul, que participaram das operações de busca, bem como o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública.”

Redação Portal Guaíra