Reforçar o setor de saúde pública é um dos principais desafios que a nova administração assumiu como compromisso prioritário. As mudanças já aconteceram, aos poucos a Secretaria de Saúde vai vencendo obstáculos e muitas novidades estão sendo anunciadas. Segundo dados oficiais, mais de seis milhões serão investidos em Guaíra entre este ano e o ano que vem.

Um dos principais reforços é a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), anunciada para Guaíra no dia 17 de abril. Na época, o prefeito agradeceu o empenho do deputado federal Zeca Dirceu e também do deputado André Vargas e da ministra Gleisi Hoffmann.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No início de agosto, houve o anúncio da habilitação dos projetos dos municípios e na quarta-feira (4) foi anunciado o pagamento da primeira parcela para 11 dos 12 municípios selecionados no Paraná.

Os municípios contemplados são Guaíra, Colorado, Cornélio Procópio, Goioerê, Irati, Marechal Cândido Rondon, Matinhos, Medianeira, Pitanga, Santo Antônio da Platina e União da Vitória. Cada município recebeu R$ 220 mil. Apenas Ibaiti, que está habilitada, ainda não recebeu o repasse para a nova UPA.

Todas a unidades de Pronto Atendimento são de Porte 1, ou seja, tem capacidade de atendimento de 50 a 150 pacientes/dia, no mínimo dois médicos por plantão, sendo um pediatra e um clínico geral, 6 leitos de observação, além de oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria e laboratório de exames. Além disso, o governo federal faz um repasse mensal para auxiliar na manutenção da UPA.

“Estamos preparando o terreno onde deverá ser edificada a sede da UPA, no Fundo de Vale. Vamos cumprir todas as etapas, pedir licença ambiental, fazer licitação. No setor público, tudo é um pouco mais lento, mas estou satisfeito com o andamento. Tínhamos a meta de buscar uma UPA e ela veio antes do esperado. Isso tudo é fruto do nosso trabalho e dos contatos de nossa base de apoio em Brasília. É difícil uma UPA vir para uma cidade de 30 mil habitantes, elas são destinadas a cidades com mais de 50 mil. Mas o Ministério da Saúde entendeu que nós estamos numa fronteira e que nossa demanda é muito grande. Tenho certeza que essa UPA vai ser um diferencial em Guaíra”, afirmou o prefeito Fabian Persi Vendruscolo.

Estima-se que sejam gastos R$ 2,2 milhões na construção da UPA.

UPA

Samu e médicos

Além da UPA, Guaíra contará também com o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O órgão deverá ser edificado  no Fundo de Vale, ao lado da UPA.  O Samu contará com dez  motoristas socorristas (condutor de veículos de urgência), dez  enfermeiros e sete médicos. Além disso, o município esta contratando 13 novos médicos via concurso. A maioria está sendo contratada para trabalhar nas unidades de saúde da família (PSF), que ficam nos bairros. Guaíra, aliás, vai ganhar mais três unidades: Jardim Zeballos, Bela Vista e Tancredo Neves. A lista de médicos concursados será completada com dois médicos pediatras e um ginecologista.

Para reforçar de vez o quadro médico, o governo anunciou sete profissionais pelo Programa Mais Médicos. Quatro já foram liberados, sendo um brasileiro e três cubanos. O brasileiro já iniciou suas atividades e os cubanos estão fazendo um treinamento, mas até o final deste mês estarão fazendo parte da renovada equipe de médicos da cidade.

Fonte: Assessoria