Esq. Dr. Ferdinando, Dra. Thalita e Dr. André

O Dr. Ferdinando Scremin Neto, Juiz Substituto da 30ª Seção Judiciária, despede-se da comunidade guairense para titularizar-se na Comarca de Ubiratã, região noroeste do Paraná.

Após 1 ano na Comarca de Guaíra, atendendo ainda as cidades de Terra Roxa e Altônia, o juiz foi promovido para a nova Comarca que abarca ainda o município de Juranda.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No período em que respondeu pela vara criminal de Guaíra o magistrado realizou diversos júris em processos de repercussão, estreitou as relações do Poder Judiciário com as forças de segurança pública da fronteira, capacitou policiais do BPFron quanto a aspectos da legislação de drogas ilegais e atuou em parceria com a Polícia Federal, PRF, PM e a Polícia Civil.

O Juiz ainda realizou 865 audiências e proferiu 4478 despachos, 4590 decisões e
1582 sentenças. Ele recebeu homenagens do BPFron e da Polícia Federal.

Dr. Ferdinando trouxe na bagagem a experiência de sete anos na magistratura criminal em Alagoas, estado onde atuou antes de regressar ao Paraná, sua terra natal.

“Quero agradecer ao povo de Guaíra pela hospitalidade e respeito para comigo. A cidade deixa muitas saudades. Pretendo voltar”, enfatizou Ferdinando.

Além do Dr. Scremin Neto, deixa a Comarca a Dra. Thalita Regina Funghetto, transferida por merecimento para Corbélia.

“E nesta semana encerra-se mais um ciclo da minha carreira na Magistratura do Estado do Paraná. Foram seis meses de trabalho árduo e intenso em prol da nossa querida Guaira. Muitas sentenças, despachos, decisões interlocutórias, audiências, júris, reuniões, enfim. Aqui, conheci pessoas maravilhosas e empenhadas em ‘servir ao público’ da melhor forma. Agradeço a todos os colegas – juízes, promotores, servidores, advogados, policiais e delegados – pela acolhida, pelo companheirismo e pela dedicação ao povo guairense que tanto anseia por justiça e paz social. Por fim, digo que “agir com sabedoria assegura o sucesso” (Eclesiastes, 10:10). Muito obrigada!” despede-se a Dra. Thalita.

O Dr. André Querino Coelho, também promovido igualmente pelo critério do merecimento, segue para a cidade de Formosa do Oeste.

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”. “Agradeço, carinhosamente, à sociedade de Guaíra que me acolheu afetuosamente, mas, sobretudo, por continuar confiando no trabalho do Ministério Público do estado do Paraná. Ainda, como Promotor Substituto, dentro de minhas limitações, em conjunto com os outros Promotores de Justiça e com os servidores da Instituição, busquei, em minha atuação funcional, preservar a expectativa que a sociedade tem no Ministério Público: proteção do patrimônio público, combate a corrupção, garantia da segurança pública, promoção de direitos e garantias fundamentais. A passagem foi extremamente profícua. A cultura de Guaíra e o brio das pessoas que trabalham por uma cidade melhor engrandeceram-me como pessoa. Guardarei com carinho essa experiência. Muito obrigado” agradece Dr. André.

O Juiz Ferdinando Scremin Neto deixa claro, no entanto, que o trabalho realizado continua.

“A integração permanece. O Estado está atento e presente. As instituições seguem cumprindo cada qual o seu papel. Não podemos parar”, conclui Scremin Neto.

Esq. Dr. Ferdinando, Dra. Thalita e Dr. André
Esq. Dr. Ferdinando, Dra. Thalita e Dr. André

Redação Portal Guaíra