Foi identificado na manhã de hoje (23), no Instituto Médico Legal (IML) de Toledo, o corpo da jovem que foi assassinada com um tiro na cabeça no último final de semana em Guaíra. O irmão da jovem reconheceu o corpo como sendo de Ângela Regina Mariano, de 31 anos de idade.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo os familiares, que residem em Tuneiras do Oeste, Ângela era usuária de crack e tinha quatro filhos, que estavam sob cuidados de parentes. Ela vivia longe da família a cerca de quatro anos. O crime está sendo investigado pela polícia, que ainda não tem informações sobre os motivos e autoria do homicídio. O corpo de Ângela Regina Mariano, foi encontrado sábado (19) na Avenida Pernambuco, dentro  de um bueiro.

Após o trabalho da perícia no local, o cadáver foi removido para o IML de Toledo, onde permaneceu até a manhã desta quarta-feira, aguardando identificação. Com o reconhecimento, foi feita a liberação aos familiares para sepultamento.