[dropcap color=”#1e73be”]D[/dropcap]esde às 04h desta segunda-feira (3), o tráfego na BR 163, pela ponte Ayrton Senna, em Guaíra, região Oeste do Paraná, está interrompido.

Na cabeceira da ponte, em Guaíra, mais de 200 indígenas de Guaíra e Terra Roxa fazem manifestação pacífica, porém, denunciando e repudiando o descaso do Estado Brasileiro (em todas as suas esferas de poder) diante da não demarcação de terras e a negação dos demais direitos sociais básicos de vida das nações indígenas.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Leia Também:
Guaíra (Urgente) – Índios fecham ponte Ayrton Senna

Por volta das 08h, foi divulgada uma carta que tem como título: Carta Denúncia e Repúdio da Situação Indígena do Oeste do Paraná [leia o conteúdo logo abaixo].

Filas de automóveis e caminhões já se formam nos dois sentidos da Ponte Ayrton Senna, tanto no lado de Guaíra/PR, quando em Mundo Novo/MS, e conforme os líderes da manifestação, não tem hora pra acabar, se preciso eles ficarão no local por dias.

Em entrevista a imprensa, o Cacique Anatalio disse que os indígenas só irão liberar o tráfego para ambulâncias, e isso já ocorreu desde o início da manifestação. Mas a liberação para os demais depende de uma resposta concreta de Brasília, já que órgãos públicos locais, regionais e estaduais sempre insistem em negar a população indígena o que lhes é de direito.

Redação Portal Guaíra