[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a manhã de ontem (8), por volta das 10h30, uma equipe de PMs se deslocou até uma aldeia indígena, localizada na zona Rural próxima a estrada Pepu, onde de acordo com a solicitante, um integrante da aldeia estaria contido desde as 07h30, por estar envolvido em uma situação de lesão corporal, ocorrida na madrugada de domingo (7), e que os integrantes da aldeia estariam alterados e nervosos, podendo o autor sofrer algum tipo de represaria caso não fosse retirado do local.

A PM entrou em contato com a Funai, onde o representante acompanharia a equipe policial até a aldeia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No local, em contato com o cacique da aldeia, ele relatou que no dia dos fatos, por volta das 03h30, os integrantes da aldeia faziam uso de bebida alcoólica quando tiveram um desentendimento, momento em que um deles desferiu uma facada no outro, que foi socorrido pelo Cacique e demais integrantes da aldeia, e levado até a UPA pelo SAMU para os atendimentos médicos.

Após os fatos o autor teria tomado rumo ignorado e retornado a Aldeia na segunda-feira (8), sendo contido pelo Cacique e demais integrantes.

Com a chegada dos Militares o acusado já estava com as mãos amarradas com uma corda.

Ele relatou que foi agredido pelos demais integrantes da aldeia.

Diante dos fatos foi encaminhado ao 3º Pelotão de Polícia Militar para confecção do “BO”; para a UPA para o exame de corpo de delito e posteriormente para a 13º Delegacia de Polícia Civil de Guaíra para os demais procedimentos cabíveis.

Redação Portal Guaíra