No início da manhã de sábado (22), a Polícia Militar de Guaíra foi acionada para atender a uma ocorrência de roubo agravado.

A vítima estava em um motel e com a chegada dos policiais, disse que foi vítima de roubo em Umuarama e que neste local havia sido deixado pelos elementos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O rapaz relatou que estava em uma festa em Umuarama, quando por volta das 02h foi entrar em sua caminhonete S10 LT, de cor branca, placas NAU-5J47 e foi surpreendido por dois bandidos, ambos aparentando ter entre 30 e 40 anos de idade, morenos, sendo que um deles estava em posse de uma arma de fogo e anunciou ser o assalto. O marginal que estava com a arma entrou no veículo no banco de trás e o segundo assaltante ficou no banco do carona e pediram para que a vítima dirigisse até a saída de Umuarama, mas que ao chegar na rodovia, um dos assaltantes assumiu a direção, a vítima foi para o banco do carona e que durante o trajeto sentido Guaíra, o motorista notou que o combustível da caminhonete estava na reserva, sendo realizado o abastecimento no posto ”Cavalo Branco”, que fica próximo do município de Perobal, com R$ 200,00 de diesel, usando o cartão de crédito do Banco Itaú da vítima.

Em seguida deram continuidade até o município de Guaíra, onde pararam na entrada de um motel, que se encontra atualmente abandonado e passaram o veículo para uma terceira pessoa do sexo masculino e que os outros dois assaltantes permaneceram no local com a vítima de refém até as 05h45.

Os bandidos informaram que o celular Xiaomi, de cor preta, uma faca, chaves de casa e documentos iriam ser deixados em uma árvore na saída do motel, no entanto foram deixados todos esses itens, exceto o celular, sendo necessário a vítima pedir ajuda na recepção do motel.

Diante dos fatos, a equipe deslocou com a vítima até o Pelotão para a confecção do boletim, sendo realizado contato com a base da PRF na Ponte Ayrton Senna e informado que até as 06h50, o veículo não havia passado por lá, sendo repassado esta informação nos grupos de WhatsApp para conhecimento das demais forças policiais.

Redação Portal Guaíra