No final da manhã de terça-feira (22), compareceu ao Pelotão da Polícia Militar de Guaíra a equipe da Guarda Municipal, relatando que sofreu calúnia de um homem.

Segundo os servidores, uma abordagem foi feita ao homem que conduzia uma moto de origem paraguaia sem a devida documentação. Diante disso, a moto foi apreendida e encaminhada à Receita Federal.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Após a confecção do BO, o homem foi liberado.

Mais tarde, os servidores tiveram conhecimento de que o dono da moto estaria enviando áudios e fotos via WhatsApp imputado aos guardas, alegando ter sofrido lesões corporais causadas por choques.

Por conta disso, os guardas foram até o homem e o encontraram na Vila Eletrosul. Questionado sobre os áudios, ele confirmou a autoria.

Diante disso, foi informado para acompanhar os servidores para a confecção de um boletim de ocorrência pelo crime de calúnia. Com isso, ele tentou fugir, porém foi alcançado e detido.

Na sequência, o acusado foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil para o registro de boletim, porém, foram informados que não seria possível a confecção do mesmo e que deveria ser feito na Polícia Militar.

Durante o deslocamento, o homem proferiu ameaças aos servidores. Após o BO, ele foi encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento para realização de laudo de lesões corporais e encaminhado para a Delegacia.

Redação Portal Guaíra