(Fotos: Carlos Gurjão/Portal Guaíra)

Assim como está ocorrendo em vários municípios da região, estado e no Brasil, em Guaíra-Pr uma grande parte do comércio atendeu o chamado via redes sociais e aderiu a manifestação pelo Movimento Nacional de Resistência Civil (MNRC).

Conforme informado ao Portal Guaíra, Trata-se de uma manifestação pelo descontentamento diante do resultado do 2º turno das eleições, ocorrido no dia 30 de outubro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Foi solicitado, principalmente pelo WhatsApp, que os comerciantes fechassem suas empresas para “lutar contra a instalação do comunismo”.

Em Guaíra, após a manifestação ter iniciado na cabeceira da Ponte Ayrton Senna, nos últimos dias os solidários ao movimento tem se concentrado em frente ao quartel (Exército Brasileiro) de Guaíra.

A equipe do Portal Guaíra registrou algumas imagens na manhã de hoje no comércio e também na rua que dá acesso ao quartel. Confira:

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Guaíra - Grande parte do comércio adere à greve geral • Portal Guaíra

Redação Portal Guaíra
Fotos: Carlos Gurjão/Portal Guaíra