Joaquim Luiz Pereira, 53 anos, utilizava o nome de Wanderly Vanderson
Joaquim Luiz Pereira, 53 anos, utilizava o nome de Wanderly Vanderson
Joaquim Luiz Pereira, 53 anos, utilizava o nome de Wanderly Vanderson

O homem se chama Joaquim Luiz Pereira, 53 anos, o Ceará, mas ele se apresentava como Wanderly Vanderson. Vários boletins de ocorrência foram registrados contra ele no Setor de Estelionatos da Polícia Civil de Cascavel.

O homem vendia bens que não eram dele como sítios, terrenos, carros, máquinas e até gado. Ele também trocava esses bens por outros e ainda usava cheques clonados e documentos falsificados.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ao tentar encontrar o suspeito, os policiais de Cascavel chegaram ao nome verdadeiro e então descobriram que ele havia acabado de ser preso em Guaíra. Joaquim foi detido no último sábado (21) por estelionato e também estava com drogas.

Contra ele foram expedidos sete mandados de prisão devido a golpes que aplicou não somente em Cascavel, mas também em Guaíra e Guarapuava. Dois mandados expiraram porque Joaquim não era localizado.

A mulher dele prestou depoimento na quinta-feira (26) e foi indiciada. Ela era cúmplice nos golpes, mas não sabia o verdadeiro nome do marido. A mulher o conhecia há 13 anos como Wanderly e tinha dois filhos com ele.

A polícia acredita que o homem tenha feito muito mais vítimas e pede que as pessoas que o reconheçam compareçam no Setor de Estelionatos, na Avenida Brasil, proximidades do Terminal Oeste, em Cascavel. O telefone do setor é o (45) 3226 1552.

Portal Guaíra com informações da CGN