ad

[dropcap color=”#dd9933″]A [/dropcap]disputa entre os 12 melhores atletas de slackline do país foi vencida pelo atleta Pedro Rafael Marques, do Rio de Janeiro, durante o Festival River Games, realizado sábado e domingo (25 e 26) em Guaíra. O segundo colocado foi Eduardo Queiróz (RJ), e Randley Freitas (SP) obteve o terceiro lugar. Os três primeiros colocados receberam prêmios em dinheiro, e todos os participantes foram contemplados com troféus e medalhas.

O campeonato consolidou a Região Oeste do Paraná como um dos principais cenários do slackline brasileiro, polo de competições de alto nível técnico e de formação de atletas. Percorrendo os municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, o Festival River Games incentiva a prática de esportes de aventura, aproveitando o potencial natural da região e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população.

Para definir o vencedor, os jurados do campeonato profissional de slackline analisaram cinco critérios, ponderando a média das duas últimas batalhas para verificar a regularidade das demonstrações e identificar os atletas mais completos. As notas refletiram principalmente a variedade de manobras e o grau de dificuldade dos movimentos. Disputa acirrada, a competição contou com um empate triplo na fase classificatória que definiu os semifinalistas.

O campeão dos jogos, Pedro Rafael Marques, destacou a qualidade do festival. “Foi um torneio muito disputado, de nível muito alto, com grandes atletas brasileiros”, afirmou. “Fiquei muito feliz em ganhar. Em eventos como esse, com organização e respeito aos atletas, o slackline cresce muito e podemos mostrar ao público grandes manobras”, complementou. Marques foi campeão mundial em Foz do Iguaçu, em 2015, e no segundo semestre defenderá o bicampeonato no Japão.

Esportes de aventura em alta

O presidente da ADERE (Associação de Desenvolvimento de Esportes Radicais e Ecologia), Raby Khalil, ressaltou o pioneirismo do evento. “Pela primeira vez no Brasil, juntamos os 12 melhores do slackline, colocando o Oeste e o Paraná na vanguarda do esporte”, frisou. “O River Games está contribuindo positivamente para expandir os esportes de aventura e, quem sabe no futuro, tornar o slackline um esporte olímpico”, completou.

O prefeito de Guaíra, Heraldo Trento, comentou sobre a importância do esporte para a população e as parcerias para a realização dos jogos. “O esporte é integrador, formador de equipe e de cidadania. A parceria com a ADERE e outras instituições para realização do festival foi muito satisfatória, tem tudo para continuar dando certo”, disse. “Eventos como esse ajudam a tornar Guaíra reconhecida por seus investimentos em esporte, lazer e cultura”, afirmou.

Comunidade presente

A população prestigiou os dois dias do evento, que recebeu público das cidades de Foz do Iguaçu, Guaíra, Novo Mundo e Ponta Porã (MS), Umuarama, Terra Roxa, Toledo, além de moradores de algumas localidades do Paraguai. Comerciante em Umuarama, Márcia Cruz assistiu às competições e participou da oficina de slackline. “Eu aprovo a realização de eventos como esse para a população das cidades próximas participarem.”

O festival promoveu oficinas gratuitas de caiaque, slackline, stand-up paddle (SUP) e circo para a comunidade. Morador em Guaíra, Eduardo da Silva, de 9 anos, preferiu os esportes aquáticos. “Fiz SUP e achei o evento muito divertido”, contou. Com 10 anos, Kauany Victória optou pelo caiaque. “Nunca tinha experimentado, foi incrível. Pretendo praticar de novo”, revelou.
O River Games ainda promoveu uma agenda cultural com grupos artísticos da região.

Festival

O River Games está em sua quarta edição, sendo realizado pela ADERE com o patrocínio da Itaipu Binacional. Em Guaíra, o evento foi coorrealizado pela prefeitura. O festival teve o apoio do Comturg (Conselho Municipal de Turismo de Guaíra), Associação Guaíra Cultural, Infonet e Gaia Amazon. As próximas etapas serão em Santa Terezinha de Itaipu, Santa Helena, Itaipulândia e União da Vitória.

Classificação – campeonato de slackline pro

1º) Pedro Rafael Marques (RJ)
2º) Eduardo Queiroz (RJ)
3º) Randley Freitas (SP)
4º) Alisson Ferreira (MG)
5º) Darllyon Araújo (MG)
6º) Kaio Cotrim (DF)
7º) Anderson Júnior (DF)
8º) Guilherme Furlan (SC)
9º) Hallan Garcia (PR)
10º) Anderson Pupo (PR)
11º) Henrique Pereira (SC)
12º) Vinicius Souza (PR)

[images cols=”three” lightbox=”true”]
[image link=”107323″ image=”107323″]
[image link=”107324″ image=”107324″]
[image link=”107325″ image=”107325″]
[image link=”107326″ image=”107326″]
[image link=”107327″ image=”107327″]
[image link=”107328″ image=”107328″]
[/images]

Portal Guaíra com informações de Grampo Comunicação