ad

[dropcap color=”#1e73be”]B[/dropcap]rincar com crianças, não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escolas, mas triste ainda é vê-los sentados sem ar, com exercícios estéreis sem valor para a formação do homem”. Carlos Drummond de Andrade

Com essa frase de Carlos Drummond de Andrade, que a Escola Municipal Sebastião Camarini, localizada no Distrito de Doutor Oliveira Castro, cadastrou pedido no Projeto Destinação de Valores da Justiça Federal, onde solicitou recursos para aquisição de brinquedos, jogos, brinquedos educativos, para atenderem alunos da Educação Infantil, Classe Especial e Ensino Fundamental séries iniciais. O projeto foi aprovado e recebeu recursos no valor de R$ 10.771,10.

O objetivo segundo a professora responsável pelo projeto e diretora da escola, Claudia Viana de Santana Genelhu, é acolher e oportunizar às crianças um espaço no qual elas possam, por meio da brincadeira, descarregar suas angústias, aprender a lidar com a cooperação, o crescer, a autonomia, a empatia e os limites. Possibilitando o desenvolvimento da coordenação motora, das habilidades visuais e auditivas, do raciocínio criativo e lógico da Inteligência.

A amiga da Escola e ex presidente da APMF, Martha Regazon Boaro também foi uma das responsáveis pela elaboração do projeto e ela ressalta que a ludicidade o aprendizado faz a diferença, tirando o medo que muitas vezes atrapalha o aprendizado.

A escola conseguiu por intermédio da verba destinada a Guaíra, adquirir 1 escorregador Grande com escada, 3 gangorras jacaré dupla, 1 cozinha completa com micro-ondas, fogão, geladeira, forno, e acessórios, 10 bonecas pequenas, 8 pick up grande aventura, 5 fuscas grandes, 10 carrinhos rígidos pequenos, 1 mesa MDF com 4 cadeiras coloridas, 20 quebra cabeças diversos, 1 sacolão de 1000 peças, 1 kit arquiteto/ engenheiro com 1.000 peças, 1 cama elástica 2 metros com 42 molas, 3 jogos bancos imobiliários, 2 mesas de pebolim luxo, 18 quebra cabeças alfabetização, 9 jogos de memórias diversos, 3 alfabeto degrau, 3 alfabeto silábico com 350 peças, 3 quebra cabeças soletrando, 3 alfabeto divertido, 6 jogos de primeiras contas, 3 jogos fixando as vogais, 1 kit polibol estrelas com 80 peças e 3 jogos prendendo os opostos 18 peças de madeira.

Na portaria deliberada pela Justiça Federal ficou claro que houve aproximadamente oitocentos mil reais em projetos inscritos só na área da jurisdição de Guaíra, e a verba destinado era apenas de cem mil reais. A escolha pelo projeto da Escola Municipal Sebastião Camarini se deu pela importância da sua abrangência que atende alunos de vários comunidades rurais.

A Secretária de Educação Franciele Danelon, parabeniza a escola pela iniciativa da escola e pela conquista, a qual considera de extrema importância , pois a educação por meios lúdicos traz resultados grandiosos para as crianças.

As crianças contempladas por essa aquisição agradecem, é nítido perceber a evolução da interação social e aprendizado. Os materiais são utilizados de diversas maneiras, em sala de aula para alfabetização, matemática e recreação. Quando perguntados se gostaram, a reposta foi uma só, “_Simmmm”. Se bem que nem precisava perguntar isso pra saber, era só olhar a felicidade deles.

Portal Guaíra via Assessoria


ad