[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a madrugada deste sábado (16), Policiais Militares do BPFRON (Batalhão de Polícia de Fronteira), durante patrulhamento a equipe visualizou um indivíduo trajando roupas escuras, sendo que este ao avistar a viatura empreendeu fuga para dentro de uma residência.

A equipe tentou realizar a abordagem e adentrou na residência, onde foram localizados três pessoas no cômodo de fora, sendo dois deles menores de idade, e dois maiores de idade, um homem e uma mulher, no interior da residência, ao realizar a vistoria no interior da residência com o intuito de encontrar o suspeito da fuga, no interior do banheiro da casa foi localizado uma embalagem plástica de cor amarela contendo várias pedras de substância análoga a crack. Posteriormente contabilizada somaram 99 pedras, após constatado o ilícito, foi questionada a mulher, que se identificou como proprietária da residência, sobre o que de fato havia no embalagem plástica, e esta afirmou que tratava-se de entorpecente, devido a quantidade de drogas encontrada e a suspeição de haver ainda mais ilícitos na casa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

foi realizado contato com o Polícia Federal que prestou apoio com os semoventes caninos para realização de busca minuciosa nos cômodos da residência. Após busca minuciosa em uma das mulheres abordadas, foi localizada por uma Policial Militar feminina, dentro das vestes intimas (sutiã), outro envólucro plástico contendo 27 pedras de substância análoga a crack.

Durante a vistoria na residência, dentro de um guarda roupas foi localizado um revolver calibre .38, sem marca e sem número de registro, além de 11 munições intactas. Diante dos fatos foi dado voz de prisão a proprietária da residência, a qual foi encaminhada para procedimentos cabíveis.

Resultado da operação:
01 preso.
01 revolver calibre .38.
11 munições intactas.
126 pedras de crack.

Portal Guaíra com informações do BPFron