ad

O Portal Guaíra publicou no dia 29 de março a lista com os nomes dos possíveis pré-candidatos a vereador em 2016 que faziam parte do governo municipal.

A lista, amplamente divulgada, foi certeira. Idivaldo Capatti (DEM) entregou a pasta para a servidora Marli Jardim, conforme noticiado pela reportagem do Portal.

Outro que deixou o cargo de secretário foi Gileade Osti (PSC), que também deve disputar uma vaga na Câmara. Gileade, conforme foi apurado, não vai ter substituto.

Os outros nomes citados e que tiveram suas saídas confirmadas: é o caso de Elza Romoda (PT), Evaldo Luís Mendes (DEM), Daniel Gonçalves da Silva (DEM), Ulisses “Pingo” Rodrigues Alves Neto e Givanildo Tirolti “Cabeça” (DEM). Resta saber se realmente colocarão seus nomes a disposição dos partidos.

Situação

O partido Democrata (DEM) tem a pretensão de conseguir o maior número de vagas na Câmara e, como pode ser observado nos nomes acima, procurou nomes conhecidos na política guairense. Somam-se a estes nomes que faziam parte do governo, a vereadora Tereza Camilo dos Santos, que está há quatro mandatos seguidos no Legislativo, o bem votado nas últimas eleições Serginho da Vila Alta, Pastor Gilmar e o vereador Ademílson Simião.

O DEM configura como forte partido porque também pretende encabeçar a majoritária, caso se confirme a pré-candidatura do empresário Heraldo Trento. Heraldo é um ativo participante da vida pública, tendo passado pela Câmara de Vereadores e coordenado 4 campanhas do atual prefeito Fabian Vendruscolo, duas delas vencedoras. Além disso, é sócio-proprietário do mais famoso supermercado da cidade, cujo sobrenome o batiza.

Caso realmente desponte como liderança do chamado “grupo do Fabian”, Heraldo precisará de um bom nome para vice. O PT não quer perder o protagonismo que já rendeu duas vitórias nas urnas, em 2004 e em 2012. O nome do vereador Almir Bueno é o mais forte dentro do Partido dos Trabalhadores para ser a opção a vice. Almir, que se destaca como vereador, recebendo inclusive vários prêmios de popularidade, está em seu segundo mandato, mas enfrenta resistência interna de parte dos colaboradores de um grupo heterogêneo e formado por 11 partidos.

Outros nomes aparecem como possíveis alternativas para pleitear o cargo de vice-prefeito dentro deste grupo: é o caso de Toninho Lopes (PDT), Volnecir Hoffmann (PMN), Beto da Salamanca (PR) e da veterana Maria Elci Venâncio da Silva (PMDB). Elci, que já foi vice-prefeita em três mandatos, sempre ao lado do grupo rival, rompeu há alguns anos com o grupo do ex-prefeito Manoel Kuba, mas perdeu a presidência do PMDB para o atual presidente da Câmara, Getúlio Benites Centurião. Especula-se, porém, que Getúlio opte por fazer uma aliança com a oposição, o que inviabilizaria o nome de Elci.

Oposição

A chamada oposição tem no nome do ex-prefeito Manoel Kuba sua grande liderança. Trata-se de um grupo historicamente bem-sucedido nas urnas. Kuba já governou a cidade por três mandatos (1997 – 2000/ 2001 – 2004/ 2009 –2012). A aliança impõe ainda os ex-prefeitos Ada da Silveira, Osvaldino da Silveira e Mário Barbosa Rodrigues.

Embora tenha perdido o PP para o então núcleo liderado pelo atual vice-prefeito Osmar Volpatto, Manoel Kuba tem chances de novamente encabeçar uma chapa ao lado de Ada da Silveira e desta vez com o apoio das famílias Vanin e Rodrigues.

O PP, dizem nos bastidores, está prestes a voltar para o comando do grupo de Kuba, com ou sem o apoio de Volpatto.

A sigla tem três representantes na Câmara e historicamente elege vários vereadores. Um destes representantes, Sandro Sabino Borges, teve seu nome várias vezes cogitado a liderar a oposição, já que tem se mostrado um combativo parlamentar. Pesa contra ele apenas o fato de estar ainda em seu primeiro mandato. Sua juventude, que agora pode enfraquecê-lo momentaneamente na avaliação de algumas (não de todas) lideranças políticas, deve ser um fator de grande impulso num futuro próximo.

Este também é o caso de Guilherme Vanin Rodrigues, que disputou as últimas eleições contra o atual prefeito Fabian Vendruscolo. Guilherme e Sandro seriam, em todo caso, nomes cogitados à pré-candidatura a vice-prefeito.

Muitas águas ainda vão rolar, mas tudo indica que a disputa seja mesmo entre Heraldo Trento e Manoel Kuba.

Correndo por fora

As duas grandes forças políticas da cidade continuam polarizadas nos grupos que desde a abertura política se revezam no poder.

Mas isso não quer dizer que as alternativas aos dois velhos grupos não existam. Se no passado essa alternativa já passou por Raimundo Frazão ou Waldemar Bueno, hoje (e não é de hoje) quem corre por fora é o nome de Simeão Lopes Neves. Consta, contudo, que o mesmo não esteja filiado em nenhum partido e não possa, portanto, concorrer.

E Osmar Volpatto? Seria ele pré-candidato em um novo grupo?

E o novíssimo PSD? O autointitulado grupo da renovação arriscaria voos livres e mais altos?

Ainda teremos que aguardar para conferir os próximos capítulos das eleições 2016.

Cadastro Eleitoral

Mas para que você eleitor possa ter a chance de ajudar a melhorar a nossa cidade, através do voto, é preciso se apressar. Em 04 de maio, uma quarta-feira, será o último dia para quem pretende fazer o título de eleitor, transferir, revisar ou regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral.

Para atender aos eleitores, Vivian Bogo, Chefe de Cartório da 90ª Zona Eleitoral de Guaíra, informa que haverá um plantão de atendimento, com horário diferenciado, nos dias 02, 03 e 04 de maio de 2016, das 09h às 19h. Porém, para evitar as filas dos últimos dias, seria importante você se antecipar, e não aguardar a chegada da data limite.

Redação Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR