Unir esforços para alcançar objetivos comuns – esse é o grande desafio imposto aos prefeitos da faixa de fronteira que envolve Guaíra/PR, Salto Del Guairá/PY e Mundo Novo/MS. A ideia, já colocada em prática entre 2005 e 2008 com o Comitê de Fronteira, voltou a ser assunto político durante a reunião entre o prefeito de Guaíra, Fabian Vendruscolo, e o prefeito de Salto Del Guairá, Eduardo Paniagua Duarte, que esteve na cidade paranaense nesta terça-feira (15 de janeiro).

Durante o encontro, o secretário de Planejamento e Coordenação Geral, Josemar Ganho, apresentou a sugestão de criar um Consórcio Internacional, que envolveria as três cidades fronteiriças. O modelo já existe e permite que sejam regulamentadas algumas ações de interesse dos três municípios, com temas transversais que envolvem segurança pública, turismo, desenvolvimento sustentável, educação, saúde, comércio e prestação de serviços. “O modelo deste consórcio é mais abrangente que o Comitê de Fronteira e está tendo uma boa repercussão em Dionísio Cerqueira (Santa Catarina), Barracão e Bom Jesus do Sul (ambos do Paraná), além de Bernardo de Irigoyen (Argentina)”, informou Josemar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Para o prefeito da cidade paraguaia, a aproximação é um passo importante e que pode trazer benefícios para toda a região. “Eu penso que juntos teremos muito mais forças para resolvermos os problemas que enfrentamos. É interessante que os assessores jurídicos trabalhem neste sentido, que se unam os consulados e que haja, de fato, um apoio mútuo”, disse.

Segunda ponte e Plataforma Logística

A notícia de que uma segunda ponte rodoviária foi liberada para construção entre as cidades de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este também foi comentada durante o encontro. Segundo Josemar Ganho, a notícia é um bom sinal. “Uma segunda ponte rodoviária em Foz sinaliza também que a negociação por nossa ponte ferroviária está em alta, uma vez que havia também o interesse de escoamento via ferrovia por Ciudad del Este. Parece que a preferência é mesmo via Salto, o que estaria em conformidade com o nosso projeto de Plataforma Logística na região”, explicou.

Josemar também adiantou que a Prefeitura de Guaíra pretende organizar um grande evento de logística para discutir o projeto. A expectativa é que autoridades do Governo Federal e do Mato Grosso do Sul participem do encontro.

prefeito de Guaíra, Fabian Vendruscolo e o prefeito de Salto Del Guairá, Eduardo Paniagua Duarte

Para o prefeito Fabian Vendruscolo, o projeto da Plataforma Logística de Guaíra é o grande projeto da administração e neste momento toda a integração com as cidades vizinhas são bem-vindas. “O sonho da segunda ponte sempre esteve nos planos, principalmente dos nossos colegas paraguaios. Penso que todas as nossas ações agora devem estar integradas também ao nosso objetivo maior, que é o da instalação desse grande centro logístico. Acho que os estudos de viabilidade técnica que já foram encomendados pelo governo chegarão à conclusão de que temos aqui um grande potencial e que será necessário uma nova ponte para integrarmos a produção do estado do Mato Grosso do Sul. Vamos ver se a ponte será ferroviária ou rodoferroviária e vamos torcer para que nos próximos oito anos nós consigamos avançar nesse projeto e viabilizar este sonho”, afirmou.