Na tarde de quinta-feira (04), o Município de Guaíra, por meio da Secretaria de Educação, realizou a 1º reunião para a organização do desfile de 7 de setembro.

A reunião contou com a presença de diversas autoridades que fazem parte da comissão organizadora, como: membros das Secretarias, de Saúde, Segurança Pública e Trânsito, Desenvolvimento Econômico e Emprego, Educação, BPfrom, Marinha do Brasil, Exército do Brasileiro, representante do Núcleo da Educação Estadual e diretores de escolas.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na próxima terça-feira (9), será realizado mais uma reunião, desta vez, com todos os representantes de empresas, escolas, instituições, projetos, que irão participar do desfile, para apresentar a proposta de datas e horários do tradicional Desfile Cívico Militar de 7 de Setembro e também da Semana da Pátria, onde é realizado (01 a 07/09), hasteamento (07h) e arriamento (17h) da bandeira.

O Desfile Cívico Militar de 7 de Setembro terá como tema: 200 anos de Independência e Muitas Histórias para Contar. O objetivo do desfile, é relembrar os fatos marcantes desses 200 anos de história brasileira.Conheça um pouco da história de independência:

A independência do Brasil tem uma grande ligação com a transferência da corte portuguesa à colônia, em 1808. Os acontecimentos que se passaram no intervalo de tempo entre 1808 e 1822 levaram ao desgaste na relação entre a elite brasileira. Esse desgaste, tornou o separatismo como uma opção política. A Corte de Portugal tomou algumas medidas para evitar a separação, tais como a exigência do retorno do príncipe regente, D. Pedro, para Portugal.

Com a exigência de retorno, foi organizado um movimento de resistência contra a medida. Dessa forma, foi criado aqui no Brasil o Clube da Resistência. O movimento que exigia a permanência de D. Pedro motivou-o a desafiar a ordem das Cortes, e isso resultou no Dia do Fico, em 9 de janeiro de 1822, ocasião onde D. Pedro anunciou publicamente que permaneceria no Brasil.

No dia 2 de setembro de 1822, uma declaração de independência foi redigida e enviada, junto às cartas portuguesas, para D. Pedro. Às margens do Rio Ipiranga, D. Pedro inteirou-se da situação, e, segundo o que ficou registrado na história oficial brasileira, foi realizado o grito pela independência do Brasil, momento conhecido como, Grito do Ipiranga. Os historiadores, porém, afirmam que não existem muitas evidências que comprovem se o grito tenha de fato acontecido.

Depois da derrota da resistência na Guerra de Independência do Brasil, Portugal aceitou negociar o reconhecimento da independência brasileira via mediação realizada pelos ingleses. D. Pedro foi coroado imperador e nomeado como D. Pedro I em 1º de dezembro de 1822. Com isso, foi inaugurado o Primeiro Reinado.

Portal Guaíra via Assessoria