Dr. Deoclécio Detros, Delegado chefe da 13ª DRP em Guaíra

Na tarde de segunda-feira (4), o jornalista, repórter policial e apresentador Adolfo Barbosa (Rádio Guaíra AM), foi recebido na Delegacia de Polícia Civil de Guaíra, pelo Delegado Dr. Deoclécio Detros. Em pauta, uma entrevista sobre o bárbaro crime cometido em nossa cidade na madrugada do último domingo (3), quando uma menor de 14 e um rapaz de 23, foram acusados de assassinar um casal de idosos, Jacira (69) e Manoel (75). Eles confessaram o crime.

Leia Também:
Guaíra – Bisneta e comparsa confessam ter matado casal de idosos
Guaíra – Casal de idosos é barbaramente assassinado no Parque Anhembi

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A princípio Alan  Eduardo Ribeiro Lima negou participação no crime, mas após contradição com o depoimento da adolescente e várias evidências, entre elas manchas de sangue na roupa, acabou confessando. A menina revelou que é dependente química desde os 08 anos de idade e não sentia nenhuma raiva dos avós, pelo contrário, pois sempre trataram e cuidaram muito bem dela.


Conforme o Delegado a aproximação da garota com Alan se deu devido ao uso de entorpecente. Ela estaria devendo uma certa quantia para o acusado pela compra de maconha.


Deoclécio Detros diz que a adolescente se mostra arrependida do crime que cometeu, mas não soube explicar por que fez isso. Ela também relatou que no momento em que estava esfaqueando a bisavó (o rapaz teria matado o bisavô) pediu desculpas, mas tinha que fazer aquilo.


A menor que está à disposição do Juiz da Vara da Infância e Juventude, poderá ficar internada no CENSE (Centro de Socioeducação) por até três anos. Alan que esteve preso acusado de estupro na cidade de Mercedes e foi solto haviam 15 dias, está preso à disposição da Justiça.

Sob forte comoção, Jacira Guerra e Manoel Machado da Silva foram sepultados na tarde de ontem em Guaíra.

Redação Portal Guaíra
Reportagem: Adolfo Barbosa/Portal Guaíra