A liberação do corpo da menina, porém, não será feita neste sábado (07) de acordo com o Instituto Médico-Legal (IML) de Toledo, já que devido ao avançado estado de decomposição será necessário um exame de DNA para o reconhecimento formal.

O pai das crianças reconheceu as roupas usadas pela adolescente, por meio de fotos, contudo o procedimento exige os exames. Não há prazo para que seja liberado o corpo de Bianca para os ritos fúnebres, mas isso pode levar de 30 a 180 dias, conforme o IML.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O material genético da adolescente irá para Curitiba e só após os exames na Capital do Estado poderá ser dado andamento na situação. A coleta de materiais genéticos só acontece a cada 30 dias e recentemente as equipes passaram por Toledo, o que pode delongar ainda mais o processo.

Portal Guaíra com informações do OBemdito