ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a noite de terça-feira (18), por volta das 22h30, uma equipe de militares do Exército Brasileiro que estava executando operações de faixa de fronteira nas proximidades de Guaíra/PR, realizou uma abordagem em um caminhão suspeito, o qual se encontrava transitando em local entre Porto Capim e Porto Cascalho, no Distrito de Doutor Oliveira Castro.

Durante a abordagem, elementos que estavam junto ao caminhão reagiram e executaram vários disparos de arma de fogo contra os militares. Na sequência, a tropa do Exército Brasileiro reagiu prontamente à ameaça de modo proporcional, ferindo dois criminosos e executando a prisão de um terceiro elemento. Os demais suspeitos que estavam junto ao caminhão se evadiram para uma região de mata ciliar, em local próximo ao incidente.

O criminoso ferido com maior gravidade foi evacuado imediatamente pelos militares do Exército Brasileiro, com destino à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Município de Guaíra. Este indivíduo foi atendido e encontra-se consciente e tem o quadro estável. O outro criminoso ferido, com menor gravidade, também recebeu atendimento médico e encontra-se estável.

Até o momento, foi constatado que o caminhão transportava uma grande quantidade de cigarros contrabandeados, oriundos do Paraguai. A fim de melhor esclarecer os fatos, será instaurado um Inquérito Policial Militar pelo Exército Brasileiro.

A operação executada pelo Exército Brasileiro, que culminou com a apreensão de carga de cigarros e a prisão de três elementos suspeitos, possui amparo na Lei Complementar nº 117, de 2 de setembro de 2004,
que autoriza o emprego da Força Terrestre em operações preventivas e repressivas na faixa de fronteira.

Portal Guaíra co informações da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada


ad