No último mês de outubro, o Município de Guaíra, por meio da Secretaria de Agropecuária, Infraestrutura e Meio Ambiente, iniciou as obras para a implantação da segunda célula no aterro sanitário.

Essa nova célula é realizada utilizando as últimas tecnologias. A elevação inclinada da superfície do solo, denominada Talude, será levantada em uma altura aproximada de 6m. Ao seu lado será implantado uma membrana para que o chorume não penetre ao solo, e assim contamine o lençol freático.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme o diretor de meio ambiente, Luiz Vieira: “Essa nova célula que está sendo implantada terá uma estimativa de trinta a quarenta anos de utilidade. Para que isso ocorra, um trabalho de conscientização da população precisa ser intensificado no sentido de fazerem a reciclagem em casa”.

Após a implantação da UVR – Unidade de Valorização de Reciclável, o aterro sanitário está deixando de receber em torno de 40 toneladas de lixo reciclável, onde passou a ser enviada para a unidade de reciclagem. “É de suma importância a compreensão da população guairense para que não misture os lixos, tornando as células do aterro com muito mais tempo de vida útil”, pontua o vereador licenciado e secretário de Agropecuária, Infraestrutura e Meio Ambiente, Luis Ferroquina.

A construção dessa nova célula com a alta tecnologia empregada é muito importante para garantir a qualidade e preservação ambiental da destinação dos resíduos municipais. A obra promete ficar pronta no primeiro semestre de 2022.

É importante salientar que a atual célula do aterro sanitário em utilização foi construída no ano de 2001, e já superou as expectativas de tempo de vida útil graças ao grande reforço feito ao trabalho de coleta seletiva e destinação correta dos resíduos no Município de Guaíra. No entanto, sua capacidade está próxima ao limite, o que intensificou os trabalhos de construção para a nova célula. “Se o cuidado ambiental for realizado já no início de utilização da nova célula do aterro, esta nova obra deverá durar ainda muito mais tempo”, complementou Luis Ferroquina.

Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra Guaíra - Construção da nova célula do aterro sanitário avança • Portal Guaíra

Portal Guaíra via Assessoria